Sinais que ele gosta de você mais do que um amigo

2. Parece ter descoberto para que serve os produtos de beleza e como se vestir bem. Uma das maneiras mais fáceis de saber se seu amigo está apaixonado por você é se, de repente, começar a fazer um grande esforço com a aparência, especialmente se ele apenas faz esse esforço quando sabe que você estará lá. Para entender de uma vez por todas a questão 'como saber se meu amigo gosta de mim' saiba que existem alguns sinais que você deve ter em conta para ter uma ideia melhor do que acontece entre vocês e, finalmente, saber se ele(a) gosta de você ou se é apenas um amigo(a) muito especial. Quando existe química entre duas pessoas, esses sinais são inevitáveis: Portanto, vou escrever aqui os 4 sinais claros de que ele gosta de você e que realmente tem interesse por você. Melhor do que isso, você saberá também como agir diante desses 4 sinais, possibilitando que algo mais entre vocês dois aconteça. Quando ele realmente gosta de você, ele vai querer que o mundo saiba sobre isso. É um grande sinal se ele quer te mostrar a seus amigos e familiares. Na verdade, qualquer sinal de que ele esteja tentando envolvê-lo em diferentes áreas de sua vida mostra que ele gosta de você. 9. Ele diz que gosta do seu sorriso. 10. Ele elogia qualquer coisa a ver com o sua aparência. 11. Ele ri de você mesmo quando você acha que parece uma idiota. 12. Ele beija sua bochecha quando você estava apenas esperando um abraço. 13. Ele tem um interesse muito grande em seus interesses, mesmo que ele não goste das coisas que você ... Sinais De Que Ele Quer Ser Mais Do Que Amigo. Aqui estão vários indicadores que um homem quer ser muito mais do que um amigo seu. Não significa que ele está certo. Apenas significa que a porta da oportunidade está aberta. Veja também: Como Saber Se Um Rapaz Gosta De Você: 52 Sinais Comprovados. Ele está sempre dando atenção ...

Minha amiga quer ser mais que uma amiga...

2020.08.26 13:37 julx22 Minha amiga quer ser mais que uma amiga...

Gente, bom dia...
Lá vai um texto gigante. Quem não quiser ler, pode ir para o final e pegar o resumão.
Embora muitos vão dizer que isso aqui é reclamar de barriga cheia, isso está me angustiando bastante... Eu tenho uma amiga. Uma BOA amiga com quem eu tenho bastante intimidade. Assistimos filmes grudados, nos abraçamos, trocamos carinho, palavras de conforto, deitamos na mesma cama, etc. E embora eu gostasse de tudo isso por si só, já que não sinto atração sexual nem por ela, nem por ninguém, deixei levar como uma amizade. E assim continuou até pouco tempo atrás.
Tenho percebido diversos sinais de que ela gosta de mim de outro jeito. Rolaram uns flertes aqui e ali, umas caras coradas, uns corações no texto e uns tweets descarados por parte dela que me deixaram todo sem jeito, pois pareciam muito direcionados a mim e sempre ocorriam depois de nossos encontros. Sempre algo do tipo: como certa pessoa me faz feliz e uns posts reclamando da friendzone. Muitos rapazes vão achar graça que sou um homem dando friendzone numa mulher, mas devo advertí-los que isso é algo bastante chato de se fazer e que me causa bastante angústia.
Meus amigos me recomendaram que eu me declarasse para ela, pedindo ela finalmente em namoro. Sim, o que eles dizem faz sentido: eu gosto dela, conheço ela, sei que ela gosta de mim e tenho quase certeza do 'sim'. Mas a questão é: se me sinto completamente satisfeito nessa amizade do jeito que ela está, por que é que eu arriscaria um namoro? Em time vencedor não se mexe! A resposta deles foi a seguinte: "Se ela não te tornar seu namorado, tornará outro cara. E nisso sua linda amizade vai desmoronar rapidamente.". Novamente concordo com a afirmação deles. Mas será que eu me declarar apenas por medo é uma resposta adequada? Não por amor, mas por medo de perder a pessoa!
Eles me dizem que um namoro seria mais interessante que uma amizade, mas eu discordo. Como amigos, somos próximos por escolha. Todos os dias que decidimos ficar juntos, é uma escolha consciente, não motivada por qualquer ator externo, fato social que nos indica que, já que somos namorados, TEMOS que ficar juntos aos fins de semana e TEMOS que nos mandar bom-dia e boa-noite, e TEMOS que sair pra comer alguma coisa de vez em quando, e TEMOS que fazer isso, aquilo e aquilo outro.
Nossa relação iria mudar muito, e para pior. Quando saíamos para comer, ninguém esperava que eu fosse lá buscar ela, que pagasse pela comida de ambos e que a levasse de volta à sua casa. Éramos apenas amigos! Por que é que eu assumiria essa responsabilidade? E por que eu? Estamos em pleno 2020, por que é que sou eu quem tenho que pagar a conta e dirigir? Embora alguns (algumas) de vocês digam que nem toda mulher faz questão disso, é claro que serei comparado com os ex-namorados dela. Sim, a grande maioria foi tóxica e ciumenta, mas eram cavalheiros e faziam tudo o que eu disse acima, de acordo com as expectativas da sociedade. Se eu falhar nisso, serei necessariamente julgado pela família dela, e no pior dos casos, por ela mesma. "Será que não valho o preço do lanche que como? Que minha companhia não vale o preço da corrida de uber?". Meu amor, é claro que vale! Mas e a minha? Se eu o fizesse tudo, me pareceria que só eu aprecio esta relação e nossos encontros, o que seria péssimo para a manutenção deste nosso relacionamento...
Estou bastante angustiado com essa situação. Estou entre a cruz e a espada. Vou resumir em situações:
1- Não me declaro. Continuamos como bons amigos por anos e anos, com esta relação não sendo afetada por namoros.
2- Não me declaro. Em pouco tempo ela arruma um namorado e me joga para escanteio, o que me chatearia bastante.
3- Me declaro. Aparentemente eu me enganei nos sinais que recebi, e ela não deseja nada mais que uma amizade platônica. Isso não afeta nossa amizade.
4- Me declaro. Aparentemente eu me enganei nos sinais que recebi, e ela não deseja nada mais que uma amizade platônica. Isso abala nossa amizade. Torna as coisas estranhas.
5- Me declaro. Começamos a namorar. As expectativas sociais perante ambos de nós e o pacto de exclusividade acaba nos tornando ciumentos e ranzinzas, o que destruirá nossa relação bastante rapidamente.
  1. Me declaro. Começamos a namorar. Sendo ela uma moça fora da caixa, ela de jeito nenhum espera de mim os papeis de gênero impostos ao homem e nosso namoro segue um curso tranquilo.
  2. Independente de como nosso namoro flui, descubro que me declarei erroneamente, pois não sentia nada além de medo de perdê-la, sem amor algum.
Resumão:
Tem uma menina que gosta de mim, mas eu não sei se estou disposto a começar a namorar com ela, pois acho que isto poderia estragar a amizade linda que a gente já tem. De certo modo podemos dizer que quero apenas continuar nesta amizade meio flertante e super íntima indefinidamente, embora saiba que isso é improvável de durar muito. Não estava a fim de ter um relacionamento padrão com ela, mas tenho medo de perdê-la para algum concorrente. E agora?
submitted by julx22 to desabafos [link] [comments]


2020.06.18 06:22 luuhnatica Fui babaca por não querer perdoar totalmente alguém que me machucou?

Olá luba, gatas , editores , papelões que sobrevivem ainda , (im) possivel convidado e a turma que está a ver.
bom a pergunta que irei fazer a você luba é: quem é o babaca?, antes de tudo queria dizer que sou carioca então pode fazer sotaque

Bom tudo começou no ano passado, mudei de escola junto com uma amiga minha a Victoria.
até aí tudo normal. bom ela começou uma amizade com uma garota da nossa sala a "Farls" (não perguntei se ela queria participar então não coloquei o nome)
eu tbm começei a fazer amizade com a Farls pq ela era super legal,porém junto da Farls andava um amigo dela o: Carls, nunca fui muito amiga dele.
até a gente começar a conversar,a gente ficou muito junto, até o meiado do ano viramos super amigos. bom um tempo dps eu percebo que ele está "diferente" comigo,mas tudo normal até aí.
chega um dia antes do meu aniversário e a sala bateu parabéns para mim quando cheguei na escola. dps disso me juntei com meus amigos porém sem o Carls no meio,e junto de Farls e os outros eles me falam que Carls gosta de mim, e deu vários sinais
eu fiquei: ?, não acreditei muito pq não saiu da boca de Carls para eu ter certeza. ele começou a ficar mais carinhoso comigo, mas eu curtia então né.
Até que na semana seguinte ele parou de falar comigo, eu obviamente estranhei isso e fui perguntar à ele, Carls me disse: -eu quero ficar sozinho por um tempo. e eu concordei com isso,
porém ele só tinha parado de falar com as pessoas do nosso grupo e com outros ele estava super normal. até que ele voltou a falar com todos menos comigo, eu sendo super insegura achei que tinha feito algo errado e estragado nossa amizade (nessa época eu estava começando a gostar dele)
Então pedi para minha amiga a Victoria falar com ele sobre pq ele estava assim, ela me volta dizendo que: ela parou de falar comigo, pois estava ficando com uma garota e ela não gostava que ele ficasse perto de mim, fiquei puta com ele, me trocar por alguém que ele estava ficando apenas,
mas eu me aguentei por muito tempo e mandei uma mensagem para ele, de resumo: ele ficou puto e disse que não tinha parado de falar só comigo e que nem tudo era sobre mim. depois disso eu desisiti de tentar falar com ele. no ultimo mês de aula ele me mandou uma mensagem dizendo se podia me perdoar
eu como uma boa seguidora da priscilla alcântara fui justa e paciente era jesus, e "aceitei", mas era só uma fachada msm pq no fundo queria matar ele. as vezes ele tentava falar comigo a sós porém sempre tinha muito medo da victoria, pois em uma brincadeira de verdade ou desafio ela tacou desodorante na boca dele, e riu pois era como uma vingança por ele ter feito isso tudo. mas depois disso a gente não se falou mais e as vezes ele curte as minhas fotos no insta.
eai luba, fui babaca por perdoar e ao msm tempo não? deveria ter falado com ele? ou apenas ele é o babaca?
View Poll
submitted by luuhnatica to TurmaFeira [link] [comments]


2019.07.24 17:17 Balinoiss Gostaria muito de discutir a questão trans mas tenho medo de ser tirada de transfóbica.

Meu nome é Luiza, sou estudante de arte, 25 anos e tenho muito medo de puxar qualquer discussão sobre esse assunto e perder amigos e ser taxada de transfóbica simplesmente por querer debater o assunto para tentar entender melhor. Convivo em um meio em que muitas pessoas se identificam de diversas formas, mas pouquíssimas ou nenhuma se propõe a debater essas questões de forma racional, sem levar pro lado pessoal ou achar que por eu não concordar 100% eu estou "matando pessoas trans".
Vou tentar fazer um resumo de como essa questão se desenvolveu em mim. Alguns anos atras eu estava viajando com uma das minhas melhores amigas desde a infância que é lésbica. Estávamos em um restaurante com a familia dela e em algum momento do jantar a irmã dela falou algo sobre "homens com roupa de mulher" se referindo a pessoas trans. Eu - que sempre fui declaradamente uma defensora das diferenças - na hora chamei a atenção dela sobre estar sendo transfóbica e já taxei ela ali mesmo. Logo depois fomos ao banheiro eu e minha amiga e eu comecei a falar com ela sobre a irmã estar sendo transfóbica e como isso era ruim e perigoso. Na hora, minha amiga olhou pra mim e disse "Mas Luiza, o que é ser mulher? É usar rosa? É ser delicada e maquiada? É usar calcinha?" E eu fiquei com cara de tacho. Ali eu percebi que mesmo sendo mulher a 22 anos, nunca tinha me questionado sobre o que é a condição mulher e nem sobre o que fazia com que uma mulher fosse uma mulher. Em outras conversas ela me contou sobre a ex, que é uma mulher que não se encaixa nos padrões de gênero e por causa disso (por usar roupas consideradas "masculinas" pela sociedade) ficava ouvindo de várias pessoas no meio LGBTTQAI+ que ela era trans. A ex dela nunca aceitou isso e se afirma como uma mulher que pode se expressar como bem entende pois não acredita em "coisa de menino/coisa de menina"
Desde muito pequena (a primeira memória é dos meus 4 anos) eu sempre fui chamada de "Maria João", "mulher-macho", "sapatão" e todos os derivados disso por não seguir a risca a cartilha "feminina" e ser um pouco mais moleca. Eu simplesmente não me sentia bem com toda aquela pressão sexual nem com essa frufruzagem florida e cor de rosa que era empurrada goela abaixo das meninas pra no final tudo ser avaliado na competição de quem é mais bonita (desejável) do que a outra. Passei a vida inteira tendo que ouvir das pessoas que elas tinham certeza de que eu era lésbica pelo meu jeito de ser e de vestir, e sempre tive que explicar que nada disso fazia sentido, pois também não acredito na "cartilha da feminilidade"
O tempo passou e eu mantive essa questão sem muito desenvolvimento dentro de mim, até que comecei a andar com muitas pessoas que se identificam como "mulheres trans", e mesmo que na hora eu não percebesse, me incomodava aquela reprodução dos estereótipos do que é "ser mulher" por parte daquelas pessoas. Sempre extremamente sexualizadas, sempre reproduzindo padrões de roupas, de fala, de "interesses", até que eu comecei a pesquisar na internet canais de youtube de pessoas que falavam sobre o assunto pra tentar entender como essas pessoas definiam o que as fizeram se enxergar como mulheres, já que eu mesma nunca tinha conseguido definir o que era ser mulher pra mim (descartando a definição biológica). Percebi que em TODOS os casos que eu tive acesso eram sempre as mesmas questões: "eu via minhas primas brincando de boneca e com cabelos longos e queria isso também", "eu queria usar vestidos e chorava pedindo brinquedos como os da minha irmã", "eu sempre amei usar maquiagem e detestava esportes". Vi até gente que dizia que "simplesmente sentia-se como uma mulher" sem saber explicar como era isso, e eu, que nunca percebi nada dentro de mim que me fizesse "sentir que era uma mulher" passei a perceber como isso era complicado. Tudo que eu passei na vida em questão de sofrer com o machismo, ou de ser discriminada por não ser feminina o suficiente era em decorrência de ter nascido com uma xoxota. Essa xoxota me fez ser exigida ser sempre linda, ser recatada e "do lar", ser vista como menos capaz, tudo isso vem de brinde com uma xota, então como uma pessoa que nunca passou por isso pode dizer que "se sente uma mulher" só porque gosta do estereótipo feminino? Mulher é uma minoria social, por isso é muito complicado quando alguém quer entrar nesse grupo sem vivência nenhuma alegando simplesmente "se sentir parte". Costumo fazer um paralelo com a questão negra: Negros são uma minoria social, você pode se identificar com estereótipos negros, com a estética das culturas ligadas ao povo negro, mas NUNCA uma pessoa branca vai poder dizer que "se sente negro" e que por isso É negro, porque essa pessoa não tem a VIVENCIA do que é ser negro.
Entendo que uma pessoa que não se adequa ao gênero que foi designado ao nascer seja também uma minoria e que tenha uma vivência completamente diferente de quem é "cis", mas isso não faz com que a pessoa saiba como é a vivência do outro. Um menino que quer usar maquiagem não tem a mesma vivência de uma menina que se não usa maquiagem é tida como desleixada e feia. Mulheres trans pedem pelo direito de fazer coisas que aprisionam mulheres a séculos, coisas das quais as mulheres querem se libertar. Enquanto vejo videos no youtube de mulheres trans dizendo que lutaram pelo direito de saírem maquiadas na rua, vejo amigas que choram e não conseguem ter relacionamentos íntimos por medo de que as pessoas as vejam sem maquiagem e as achem feias. São pautas diferentes, não são a mesma coisa, e dizer que são não é vantagem pra ninguém pois atrapalha na identificação e nomeação de tais problemas para ambos os lados.
As páginas que disseminam conteúdo transativista têm muitas contradições, por exemplo: Cartilhas para "identificar sinais de que seu filho é trans" contém pontos como "perceber se a criança tem interesse por brinquedos e roupas designadas para o outro gênero" - mas ué... então eles acreditam em coisas para menino e coisas para meninas??? Isso não é exatamente reforçar os estereótipos de gênero? O órgão sexual define como a pessoa pode se expressar? Uma pessoa que não se adequa a esses estereótipos precisa então ser tratada com hormônios e fazer uma cirurgia para que seu corpo se adeque a esses estereótipos? Detestar o próprio corpo? Se o menino é "feminino" e a menina é "moleca" então isso é sinal de que ela "nasceu no corpo errado"?? Errado não é dizer pra essas crianças que elas precisam se encaixar nisso? Não é muito mais desafiador das estruturas patriarcais um homem que se afirma como homem e diz que homem pode usar o que quiser e continua sendo homem? Dizer que tem que ser mulher para gostar de coisas "femininas" não é exatamente anti diversidade?
Eu acredito que o Gênero é uma cartilha de regras que te entregam assim que você nasce pra te dizer que como a sociedade capitalista quer que você se comporte para que as estruturas se perpetuem, portanto precisamos questionar isso, mostrar que cada pessoa se expressa a sua própria maneira, e que ninguém deveria ter que se encaixar em caixinhas de comportamento.
Esses dias eu vi uma frase que achei muito explicativa, e pela qual uma professora americana foi rechaçada nessa última semana : Ser mulher não é ter uma "personalidade feminina" e qualquer corpo, mas sim ter qualquer personalidade e um corpo feminino. Essa frase pode ser usada para "ser homem" também.
Apesar dessa confusão eu sempre respeito os pronomes e nomeclaturas, e na verdade eu nem mesmo expresso nada desses questionamentos e acima de tudo trato a todos com muito respeito. Acredito que a única forma de chegarmos todos num consenso é conversar e debater, mas esse assunto mexe muito com traumas e com rejeição, então fica difícil que as pessoas consigam conversar sobre sem se sentirem atingidas pessoalmente e portanto o debate fica praticamente inviabilizado. É muito triste isso, e tem consequências sérias na vida de muita gente, pois mulheres são caladas, invisibilizadas, crianças são confundidas e encaixadas mais ainda nas caixinhas e ninguém pode falar nada pois se não é visto como transfóbico causador de mortes. Mesmo questionando a questão eu sempre vou ser partidária do respeito e anti qualquer tipo de violência.
Minha questão não é que as pessoas parem de se expressar como querem, mas que possam se expressar sem que isso faça com que a pessoa precise tomar remédios pro resto da vida, passar a negar e odiar o próprio corpo e principalmente que a questão das mulheres serem oprimidas principalmente pelo fato de serem geradoras de novos seres humanos e por isso precisarem ter sua sexualidade e subjetividade controladas não seja apagada pelo discurso de que "existem mulheres de pinto", pois a única coisa que TODAS as mulheres tem em comum é serem controladas por possuírem xoxota, e nada mais. Não é cor de rosa, não é calcinha, não é maquiagem nem unha grande.
Espero não ter ofendido ninguém com essa postagem, eu só precisei mesmo colocar isso pra fora porque vi uma postagem de um amigo trans dizendo que ia "desenhar pra quem não entendeu" e seguia uma série de imagens na qual a primeira dizia que uma drag queen era um homem que se expressava artisticamente com "signos de mulheres" com a foto da Pablo Vittar ( de maiô, cabelo de baby liss loiro e maquiagem ) e na hora veio um "CARALHOOOW ENTAO Q PORRA É SER MULHER???" na cabeça. Enfim, esse foi o desabafo, se alguém quiser debater ( com respeito) eu vou ficar muito feliz, porque de forma alguma tenho a pretensão de dizer que minha visão é a correta e pronto, estou muito aberta a mudar de opinião, mas pra isso é preciso um debate que seja coerente e baseado em fatos.
submitted by Balinoiss to brasil [link] [comments]


2019.02.04 14:41 seobusca01 SEO Agency Post

Como Fazer SEO para o Google em 2019

Então você já está bem cansado de sempre encontrar as mesmas técnicas de SEO na web?
Mas você realmente sabe o que é SEO?
Imagino. Isso por que os grandes nomes de SEO sempre repetem sempre as mesmas coisas.
E pior que isso. O que essas grandes agências ensinam não é nem 15% da receita do bolo. Existem muito mais fatores técnicos do que criar bom conteúdo, colocar keyword no TITLE e blá blá blá.
Já está na hora de alguém criar um conteúdo que realmente ajude você a ver seu site se mexer nos resultados de pesquisa do Google.
E foi pensando em você que criamos esse guia para fazer Google SEO para você começar a aplicar agora mesmo!
São dicas de SEO mais lógicas do que práticas.
Mais de 90% dos tutoriais que tentam ensinar alguma coisa para fazer SEO no Google são extremamente técnicos.
E na grande maioria das vezes dizem que se você não tiver o mínimo de conhecimento em HMTL ou programação será impossível você otimizar seu site sozinho.
Tudo uma grande mentira viu? Você pode sim otimizar seu site sem pagar nenhuma agência de seo e sem ter nenhum conhecimento técnico em Google SEO.
A real verdade é que essas agências criam esses conteúdos complicados justamente para você começar a fazer e depois não conseguir mais.
Ai você é obrigado a entrar em contato e contratar o serviço dessa empresa para fazer o Google SEO no seu site e assim aparecer nas buscas do Google.
Sem mais delongas. Aqui você vai aprender em dicas simples e praticas não somente otimizar seu site.
Vai também aprender a pensar do por que você está otimizando.
Qual será o real impacto dessa alteração no ranking do Google.
E não ficar otimizando ALT de imagens, mudando TITLE, adicionando META TAGS aqui e lá sem nem entender o propósito dessas alterações.

Sinais do Usuário : RankBrain Google Update

Não sei se você já sabe, mas essa atualização do Google é a prova que não temos mais como enganar o robô de busca.
O RankBrain, foi uma atualização lançada para ninguém nunca mais tentar enganar o Google tentando burlar algum tipo de Black Hat SEO.
Essa atualização basicamente é uma máquina que aprende como os usuários interagem com os resultados de busca.
Por exemplo, o usuário clica no seu site na primeira página de resultados do Google.
Mas não fica nem dez segundos no seu site.
O motivo que esse usuário saiu do seu site rápido pode ser variado, mas passa ao Google a informação que seu site não é bom para aquela busca.
Quando o usuário não gosta do seu site ele volta para a página de resultados da pesquisa e clica no terceiro site.
Quando ele clica no terceiro site ele fica no site por mais de dez minutos.
Esse tipo de situação informa ao Google RankBrain que seu site é ruim e o outro site é bom.
Isso por que no seu site o usuário não permaneceu nem dez segundos. Já no outro site ele ficou dez minutos.
Vendo isso o Google vai jogar seu site para baixo na primeira página e subir o outro site para as primeiras posições.
Esse tipo de comportamento se chama Dwell Time.
Em resumo, quanto maior for o tempo de permanência de usuários em um determinado site para um determinada busca maior será o ranking desse site.
Isso acontece por que o Google entende que se o cada vez mais usuários estão clicando e permanecendo mais tempo no site quer dizer que esse site tem um excelente conteúdo.
Dessa forma merece estar nas primeiras posições no Google.

RankBrain e SEO no Google

Bom, agora vamos voltar ao modo como você ainda faz SEO para o Google.
Você não está nem um pouco preocupado em ter qualidade no seu conteúdo, certo?
Você quer e vai fazer o que todo tutorial de SEO ensina.
Que colocar diversas palavras-chaves no título, no H1, lotar seu conteúdo com sinônimos sem sentido só com a única e fiel intenção de tentar enganar o robô de busca do Google.
Até aqui está ok.
Você criou um conteúdo cheio de palavras-chaves e fez muito bem o SEO na sua página para ganhar posicionamento no Google.
Vamos supor que seu site chegue à primeira página em algumas semanas.
Mas não se esqueça de que você não criou um conteúdo para impressionar seu usuário e sim para enganar o Google.
Só tem um problema na sua estratégia meu amigo. O RankBrain Dwell Time.
Você acha mesmo que seu site vai permanecer na primeira página do Google?
Não, não vai.
Seu site pode até ficar algumas semanas, mas conforme os usuários forem acessar e sair rapidamente o Google vai notar e automaticamente vai jogar seu site para baixo no ranking de busca.
Só para você ter uma ideia o tempo médio para um site permanecer na primeira página do Google é de 3 minutos e 10 segundos se seu conteúdo for texto.
Se sua página também tiver infográficos e vídeos esse tempo pode aumentar.

Mas Como Faço Para o Usuário Ficar no Meu Site?

Primeira coisa meu amigo.
Pare de aplicar todas as técnicas de SEO Google que você aprendeu até agora.
Esqueça tudo que você sabe sobre SEO e otimização de sites.
Quer ter visibilidade e aumento de tráfego nos resultados de pesquisa?
Crie conteúdo ÚTIL, de QUALIDADE, ÚNICO e capriche na sua página.
Escreva de forma dinâmica.
Realmente conversando com seu usuário e não empurrando informações repetidas goela abaixo.
Coloque imagens e vídeos no decorrer do seu conteúdo.
Se tiver preguiça ou não souber criar uma imagem bacana compre uma em algum site online.
Existem vários sites que vendem imagens com direitos autorais.
Ou você também pode contratar um web designer para criar essas imagens para você.
Na parte de colocar vídeos você não precisa criar um vídeo único feito por você.
Pesquise no You Tube algum vídeo que explique alguma parte do seu conteúdo e incorpore na sua página.
Entenda que seu conteúdo deve ser único sim, mas nada impede você de referenciar outros sites ou vídeos se forem bons também.
E mais que isso, principalmente se esses vídeos aumentarem a qualidade do seu conteúdo.
Se você pensar, um vídeo simples que você colocou na sua página tem 5 minutos.
Imagine cada usuário que acessar sua página veja esse vídeo inteiro.
Você já ganhou cinco minutos que você conseguiu prender o usuário na sua página.
Voltando a imagens. Crie infográficos online se você não quiser gastar com Web Designer.
Tem muitos sites que criam infográficos de graça.

Torne seu Site Rápido, Mas Rápido Mesmo!

Entenda uma coisa bem simples, para SEO para o Google você ter pelo menos dois pilares em mente.
O Google tem duas principais exigências para um site subir nas buscas.
A primeira dela é a velocidade do seu site.
Se seu site for lento esqueça que você nunca vai chegar a lugar nenhum.
Para fazer o SEO no seu site e deixá-lo mais rápido é bem provável que você irá precisar de um programador.
Isso por que você vai precisar mexer no código fonte do site e remover coisas inúteis que atrasa o carregamento.
Coisa tipo Java script de efeitos desnecessários, CSS que está na sua folha de estilos mas não é utilizado, dessa forma somente gasta cachê do usuário.
Enfim use a ferramenta do Google Page Speed para ver o que você mudar para acelerar.
Algumas coisas você mesmo poderá mudar, mas outras coisas mais técnicas recomendamos contratar um especialista ou alguma agência de SEO.

Torne seu site Responsivo

Uma recente previsão do Google informou que até 2020 mais 80% dos acessos a internet serão feitos somente por celulares ou tablets.
Será que precisamos dizer mais alguma coisa?
Se seu site não for RÁPIDO e RESPONSIVO pode esquecer-se de um dia aparecer na primeira página da busca do Google.
É serio. Sem esses dois pilares é impossível.

O Santo Graal de SEO para o Google

Agora vamos ter uma conversa bem séria.
Se você quer realmente ganhar visibilidade, ganhar muitas vendas e conversões no Google você precisa parar de pensar somente em posicionamento de grandes palavras-chaves.
O que é mais importante, estar na primeira página para uma palavra-chave de enorme concorrência, pagando horrores de dinheiro para agências de SEO, ou estar na primeira página para um termo de baixa concorrência mas que gere conversões para seu site?
Muitas pessoas que contratam o serviços de SEO somente focam nas palavras-chaves principais e de enorme concorrência.
E tem outro agravante também.
Muitas vezes essa palavra-chave não vai gerar conversões para o site e somente vai gerar acessos.
Do que adianta ter mais de 1000 visitantes no seu site todos os dias e ter três vendas por dia?
Entendam que palavras-chaves de alta concorrência só geram tráfego!
Não geram vendas e muito menos conversões.
Entendam uma coisa, quanto mais especifica sua keyword mais difícil vai ser a concorrência para ela.
E quanto mais difícil for a concorrência mais tempo vai demorar para você chegar na primeira página do Google.

Keywords de Média e Baixa Concorrência

Esse é o verdadeiro Santo Graal para fazer Google SEO!
Você sabia que se criar um conteúdo bem otimizado para uma palavra-chave de médio-baixa concorrência seu site pode chegar à primeira página em menos de três dias?
Isso mesmo que você leu! Menos de três dias!
E seu conteúdo nem precisa ser tão espetacular assim para chegar lá.
A dica aqui é simples e rápida.
Vá até o Planeador de Palavras-chaves do Google e pesquise sua palavra-chave principal.
Na lista procure palavras-chaves que te interessam com média e baixa concorrência
Use essas palavras de média e baixa concorrência para gerar conteúdo para o seu site.
Pare de uma vez de ficar focado em somente em palavras-chaves de alta concorrência..
Veja nesse link a importância do SEO nos dias de hoje
submitted by seobusca01 to u/seobusca01 [link] [comments]


2019.01.26 03:04 EdibleKite Me sentia sozinho por pura besteira

Aviso obrigatório que é um texto grande.
Desde pequeno eu fui o personagem caricato da turma, o palhaço colega de todo mundo. Claro que com algumas exceções mas pela maior parte do tempo eu sempre fui esse colega de todos e palhaço, igual os das séries de TV, aquele garoto meio afastado, sem muito jeito pra interações sociais e bobão. Enfim, partindo desse princípio, é mais que justo assumir que eu nunca tive muitos amigos, sempre tive aquela rodinha de meia dúzia de pessoas mais próximas, e talvez um círculo menor ainda de amigos de fato (nunca pense que só porque ele/a anda com você de vez em quando ou ri das suas piadas ou convivem no mesmo ambiente, vocês são amigos). Quando criança, eu nunca me importei muito com isso já que estudei numa escola pequena e na minha sala haviam 8 estudantes, contando comigo, então essa noção de "poucos amigos" pra mim era inexistente.
Na sexta série, eu mudei de escola; de uma sala com 8 estudantes fui pra uma com 30. O choque foi menor do que eu imaginei já que me adaptei pois meu "primo" já estudava e tive quem recorrer na solidão do aluno novo. --Eu não sei se foi a pré-adolescência ou a magnitude da escola que influenciaram nesse meu ponto de vista, talvez os dois.-- Quando você entra na pré-adolescência e começa a perceber os "sinais da puberdade", você muda sua visão do mundo; suas interações, suas intenções, tudo em você muda e é moldado pelo seu ambiente, e quando você sempre foi o garoto bobão não muito bonito que as pessoas nunca levaram muito a sério, você começa a se sentir desconfortável quando vê as garotas da sua idade que você gosta admirando garotos completamente diferentes de você; garotos populares, confiantes, e todo o resto do pacote do garanhão atlético jogadoconquistador das séries de TV. (Não que eu critique ou tenha algo contra isso, eu acho completamente natural. Da mesma forma que as garotas mais velhas, mais "arrumadas" também chamam mais atenção que as tímidas e "desarrumadas") Isso te faz sentir menos, menos que eles por não ser rodeado de amigos, menos por não ter um harém de pré-adolescentes te desejando. Hoje em dia eu olho pra trás e vejo o quão ridículo é isso, mas o meu eu de 12/13 anos não tinha o discernimento necessário pra perceber isso.
E depois de todo o drama do garoto rejeitado pela garota popular, você chega na sua era de ouro, conhecida como adolescência, onde todas as melhores experiências da sua vida acontecem, ou pelo menos é assim que te falam. Enfim, eu não sei o que eu tenho em mim mas eu sempre tive amigos populares, não que isso ajudasse na minha inabilidade de socializar mas eu me sentia um pouco mais confortável comigo mesmo. Contudo, ser o "sidekick" da galera popular não é muito agradável, ver aquele seu amigo contando da milésima garota que ele ficou, ou ouvir intermináveis histórias de como ele se aventurou pegando carona num trem sentido à praia fica chato uma hora e você se sente culpado por não ter as mesmas experiências, e por mais que em uma fase da minha vida eu acompanhasse meus amigos nesses rolês, sem eles eu não faria metade das coisas que eu fiz. Não me arrependo da maioria das coisas que fiz nessa época mas eu sei que por conta própria, metade não teria acontecido. Sempre fui muito tímido, e por isso não saía frequentemente de casa por conta própria, por assim dizer. Foi nessa época, mais especificamente quando terminei o Ensino Médio, que eu comecei a me sentir sozinho, já que me afastei inevitavelmente dos amigos da escola, todos têm sua própria vida pra viver, afinal. E com isso, a maioria dos rolês acabaram. Nas redes sociais (ah, as benditas redes sociais, ótimo combustível pra deterioração da saúde metal) eu ainda os acompanhava, e via que eles ainda saíam com seus "amigos" sempre, bebiam, riam, ficavam na rua até tarde. E eu no meu quarto, jogando, ouvindo música. Isso me fez novamente me sentir menos que meus próprios amigos (leia-se inveja), com isso comecei a ter pena de mim mesmo, por não ter amigos, por não ser tão bonito e popular quanto eles, por estar todos os finais de semana em casa enquanto os outros se divertiam em festas e afins. Esse sentimento durou por muito tempo, ainda mais quando comecei a ficar com uma garota que era bem mais extrovertida que eu, que saía sempre e tinha vários "amigos". Como autoflagelo eu comecei a querer sair mais pra talvez parecer mais legal e descolado. Eu admitindo isso pra mim mesmo hoje em dia me faz sentir vergonha, é patético reconhecer que eu fui tão longe só pra me adaptar (que adolescente nunca fez isso?). Mesmo saindo mais, meu número de amigos não mudou e por dentro eu ainda era o garoto que jogava a madrugada toda, só estava por um momento mudando meu mindset.
Meu problema foi sempre usar como modelo de felicidade e satisfação, o cara rodeado de amigos que saía sempre e vivia bêbado e saindo com garotas diferentes. Eu nunca parei pra ver que eu não precisava disso pra ser feliz. Eu tentava preencher meu vazio com madrugadas regadas a álcool e garotas com qual eu sabia que nosso romance não duraria por mais de algumas semanas. E eu só cheguei nessa conclusão recentemente quando percebi que continuava desconfortável e infeliz, um miserável de máscara. Percebi que sou mais feliz investindo em mim mesmo, lendo, jogando, estudando, ouvindo as músicas que eu amo e que me fazem sentir bem, indo sozinho no shopping pra tomar um sorvete e assistir um filme ou mesmo saindo com meu círculo gigante de amigos (de verdade) de três ou quatro pessoas. Percebi que a solidão de cada um é diferente. Essa minha ânsia de companhia vinha desse marketing das redes sociais onde todo mundo é feliz e cheio de amigos o tempo todo. Hoje em dia não me sinto mais sozinho por não ter um rolê todo final de semana ou por não conversar com 5 garotas ao mesmo tempo, sou satisfeito comigo mesmo. O ponto que eu quero chegar com isso tudo é aquele clichezão que todo mundo já cansou de ouvir: seja você mesmo (A menos que você seja furry, nesse caso, não seja você mesmo de forma alguma) e se descubra, não se baseie nos outros.
submitted by EdibleKite to desabafos [link] [comments]


2018.07.24 19:20 albfreitas 10 Comportamentos Estranhos de um Autêntico Empata

u/albfreitas
Autêntico Empata. Você descobriu que você pode ser um empata e quer saber os sinais exatos

Autêntico Empata

– nem tudo é ruim, você sabe! Depois de aprender os truques da proteção psíquica, você achará muito mais fácil navegar neste mundo sem ser energeticamente pressionado o tempo todo.

1. Você assume a energia de outras pessoas

Você realmente não pode evitar.
Este é o traço chave do empata.
– você pode sentir essa raiva literalmente queimando sua aura.
Alguém é negativo e temeroso
– você afunda com eles, e parece que você não pode evitar!
Soa familiar?
A boa notícia é que, quando você se conscientizar de que isso não é normal (os não-empáticos não fazem nada disso), então você está a meio caminho de encontrar uma solução para isso. Quem quer estar vibrando com as emoções das outras pessoas o dia todo?
É cansativo.

2. Intuição Natural Alta

Você tem intuição em espadas, mas não é todo mundo?
Na verdade não, como um empata você tem habilidades únicas que os outros não parecem ter.
Ser um empata é um pouco como ser inteligente, exceto pelo fato de que os clientes sensíveis percebem as coisas sem “pegar” a emoção.
Como um empático, como um clarisciente, você sente as coisas psiquicamente.
Você sabe o que os outros estão sentindo apenas olhando para eles.
Você conversa com eles e pode conhecer suas intenções sem ouvi-los de seus lábios.
Você entende como eles estão pensando, como se fossem uma extensão de si mesmo. Isso é fácil.
Você sabe o que você sabe. Sua intuição dispara em todos os cilindros.

3. As pessoas drenam você facilmente

Isso pode ser um problema para você.
Quando em torno de outras pessoas, você está dando tanto que você enfrenta emoções ou problemas, mas fica cansado como resultado disso.
Se você está fazendo isso todos os dias, voluntariamente dando energia para ajudar os outros, você descobre que não tem muita coisa para si mesmo.
Você se torna cada vez mais esgotado e talvez irritado, irritado ou sentindo-se francamente usado.
Algo tem que dar.
A resposta é recuar e parar de se entregar tão facilmente.
Somente dê para aqueles que têm o direito de tomar, como suas pessoas próximas. Tome mais tempo para si e mime-se. Coloque-se em primeiro lugar por um tempo.

4. Você atrai pessoas quebradas

Outras pessoas podem sentir dando às pessoas e tentar iniciar uma amizade.
As pessoas podem se aproximar de você em locais públicos, no trabalho, etc, porque você está enviando uma mensagem para o universo que você vai dar tempo a estranhos, ouvir e oferecer-lhes algum alívio. Isso é legal, não é?
Talvez até você ficar sem tempo e energia.
Quando um empático começa a ignorar estranhos com problemas, como mágica, eles param de se aproximar de você.
Eles não sentem que você está aberto para os negócios, com um grande ombro para eles chorarem.
Esta atividade irá parar.
Você não foi colocado nesta terra para curar todas as pessoas que vêm em seu caminho (veja o ponto 3 para o porquê).

5. Multidões Afetam Você

Isso pode parecer estranho, mas não com empatia.
Salas lotadas, eventos, ruas ou festas podem enviar seus sentidos para uma confusão enorme e sobrecarregada, com emoções simultâneas vindo de todas as direções.
Soa como um pesadelo, sim?
Com a blindagem correta (recomendo o uso de pedras de proteção), essa energia é praticamente anulada.
Você pode sentir o humor das pessoas ou a energia predominante enquanto elas passam por você.
Uma pessoa agressiva passando pode sentir um soco energético ou dar um tapa na cara ao passar por você. Uma alma mais suave não emitirá tal soco e parecerá quieta em comparação.

6. A localização da vida é importante

Alguns empatas podem sentir a dor do mundo, como uma maldição.
Outros estão conscientes da energia da cidade ou da vizinhança em que vivem.
Muitos empates acabam vivendo em áreas menores, onde a energia da população é menor.
Vivendo em uma área muito animada, como uma área jovem e quadril, ou uma área de crime, ou uma área densamente povoada, pode drenar o empata.
Como um empata, você não ama apenas um país caminhando em um lugar solitário para recarregar essas baterias?

7. Você é muito sensível

Isso é um dado. Você não gosta de ver qualquer coisa viva em dor ou sofrimento porque sofre ao lado deles.
Alguns empáticos podem até sentir sintomas físicos coincidindo com o que os outros estão passando.
Se a violência na TV for extrema, você pode simplesmente mudar de canal.
Se houver uma cena desagradável, uma discussão ou alguém estiver sendo intimidado, você pode até sair da sala se não puder ajudá-los.
Você não quer ver ou sentir isso.

8. Você pode ver muitas mentiras

“Mentiroso, mentiroso, calças em chamas”.
Este fica velho, não é? Você sabe que eles estão mentindo.
Você não sabe como, mas você sabe disso imediatamente.
Eles não podem ver que você é um empata?
Quem eles pensam que estão enganando?
Você agüenta isso e não deixa transparecer, porque nem sempre é possível provar isso.
Mas você sabe em quem confiar e quem não deve.
É fácil na verdade.
Essas mentiras são tão juvenis.
  1. Cura emocional é seu presente
Através de sua compaixão e tempo gasto entendendo as aflições dos outros, você está curando-os.
Sim, este é um dos seus dons.
Este relaciona-se com o ponto 4.
É por isso que você atrai todas as pessoas que querem a cura.
Você pode realmente ajudar seus entes queridos através de dar este dom de ouvir e verdadeiramente compreensão e carinho.
Nem todo mundo faz isso para as pessoas. Use este presente quando for necessário.
Você aprenderá quem curar e quem sair.
Mas Algumas pessoas vão se curar e depois seguir em frente e chutar você nos dentes.
Discernir quem são seus amigos verdadeiros antes de oferecer este presente incrível.
Você tem algo real para oferecer ao mundo, então entenda o seu valor, mas porque vale muito a pena.
Não se subestime se você é um empata.
As pessoas matariam para serem suas amigas e curariam cada vez que conversarem com você.
Mas então você já sabe disso. Portanto, mas tenha cuidado com quem são seus verdadeiros amigos e quem apenas quer receber seu presente.

10. Os empáticos ignoram seus próprios problemas

Por fim, você é um especialista em ignorar seus próprios problemas, mas sobre os quais precisa falar.
Você está tão ocupado curando os outros que nunca consegue falar o que precisa.
Você carrega o peso de seus problemas junto com os seus. Mas Quando é o seu tempo de cura?
Você sabe que é forte e ótimo com problemas, mas você está suprimindo todas as suas próprias coisas, em favor de ajudar todos os outros?
Você pode dispensar isso e nem perceber.
Mas, certamente, em algum momento ou outro, você pode se encontrar em colapso.
Todas essas emoções reprimidas e problemas têm que surgir para a cura em algum momento.
Aprenda a cuidar de seus próprios problemas quando eles surgirem.
Não os coloque dentro de você para que você possa cuidar dos outros sem parar.
Tire um dia, diabo uma semana, para resolver-se como você vai. Mas Desta forma, você não vai derreter, explodir ou quebrar em algum momento no futuro.
submitted by albfreitas to brasil [link] [comments]


2018.01.27 23:33 aleluia1983 Só vai ser alegria mesmo com Jesus Cristo

Agora sim estou na Igreja para fazer o que mais gosto está até colado no meu nome cantar louvores ao meu Deus e dar glória ao seu nome. O que eu vejo é um milagre muito grande não o ser cristão evangélico mas o estar aqui numa Igreja depois de um tempo desligado das minhas tarefas momentos que eu não acreditava mais que pudesse voltar. Assim dizendo eu pensava. Mas os meus pensamentos não são os pensamentos de Deus que pensa mais alto que os meus pensamentos e anda por caminhos mais altos que os meus caminhos. Ele é o Senhor. Louvar ao Senhor está ligado a um tipo de amor que se tem por Deus. Se eu gosto de Deus eu vou fazer o que o agrada e um meio de agradecer por todo bem que o Senhor me tem feito e nem acredito que estou conseguindo fazer o que para mim era impossível. O que acho estranho é que há pessoas que não gostam de Deus ou não gostam do Deus que nós evangélicos acreditamos. E o Deus que acreditamos é o Senhor Jesus Cristo. No primeiro capítulo de Atos dos Apóstolos, Lucas conta a história verdadeira da ascensão de Jesus Cristo em que aproximadamente quinhentas pessoas foram testemunhas desse acontecimento quando o Filho de Deus subiu ao céu para ser glorificado, coroado, e receber o seu Reino com todo poder e autoridade sobre tudo. Enquanto observavam a subida de Jesus, diz a Bíblia que uma nuvem apareceu e o ocultou dos seus olhos. Eu acredito que seus discípulos e amigos ao ver seu Mestre subir e ao não poder vê-lo mais começaram a chorar muito. Mas imediatamente veio a providência de Deus em que dois homens com vestes brancas se apresentam a eles e falam assim: Varões galileus por que vocês estão olhando para cima? Este Jesus que vocês viram ser agora recebido no céu vai descer da mesma maneira que o vistes ir. Em que lugar eles estavam? No Monte das Oliveiras, lugar bem ao lado de Jerusalém e a Bíblia diz que o Senhor descerá do céu e vai por os seus pés de um lado para o oriente e do outro lado para o ocidente e o monte vai se fender ao meio e se dividir em duas partes. A volta do Senhor Jesus Cristo não é nem algo ligado a fé porque é uma realidade. É tão realidade que chega até a ser mais que fé que também é uma realidade e a volta do Senhor Jesus é uma realidade maior que a fé. Todas as palavras que sabemos que disse o Senhor Jesus no tempo da sua vinda estamos vendo se cumprir diante dos nossos olhos. É um tempo que por não sabermos o dia e a hora de vivermos em vigilância constante sem distração alguma. Nós cristãos sabemos que Jesus Cristo pode voltar a qualquer momento e eu vou contar uma experiência pessoal. Eu tenho visto sinais claros da volta de Jesus através do que acontece no tempo e sinais ligados a coincidências que para mim não tem explicação. De um momento para o outro começaram a aparecer sinais claros que entendi ser um sinal claro da volta de Jesus. E pode ser que a preocupação de Deus ao me mostrar tantos sinais seja em parte por causa da minha incredulidade que estou vencendo e estou vendo que cada dia mais com tanto de Deus acontecendo esse mal será vencido quando na verdade já está vencido. Só tenta um meio de nos tirar da atenção de Deus mas comigo não está conseguindo. Eu estou enfrentando a ira e a fúria de um grande inimigo mas ele não tem conseguido mais esconder seu rosto de mim e vendo isso eu tenho mais coragem de ir a Igreja e fazer a vontade de Deus. Eu li a Bíblia quando criança e entendi. Eu li a Bíblia depois de adulto e entendi. E agora sem ler a Bíblia eu consigo entender a Palavra de Deus muito mais do que quando criança. Parece que toda a Escritura da Bíblia está gravada na minha memória e se ouço algo que nem é bíblico a minha memória caça como um rastreamento aonde está escrito na Bíblia o que fazer ou a resposta para as questões. Eu vou ir na Igreja que fica bem ali cantar um louvor ao meu Deus pode ser que para isso eu tenha sido criado. Para cantar louvores ao meu Deus. Nem sempre eu acerto as notas e nem todo hino se encaixa na minha voz. Eu tenho procurado alcançar notas mais altas e tenho conseguido. Acredito que a pessoa que canta não gosta de ouvir a própria voz mas eu tenho ouvido os últimos vídeos que tenho gravado cantando e tenho gostado. Enquanto eu penso que ninguém gosta de me ouvir para outras pessoas pode parecer muito bom. A minha intenção é a de louvar ao Senhor e só ao Senhor. Eu não queria nunca falar isso. Mas faz um tempo passei a notar algo no canto dos galos. De uma maneira sem falar parece que os galos ao cantarem cantam a palavra Aleluia. Nem todos vão ouvir porque nem todos tem um ouvido preparado para isso. Mas observa bem os galos ao cantarem cantam: Aleluiiiiaaaa. Tudo o que você puder fazer para louvar ao Senhor, faça! O rei Davi acredita-se ter sido vencedor porque cantava louvores ao Senhor e era um bom escritor de orações cantadas chamadas na Bíblia Sagrada de Salmos. Louve ao Senhor com toda sua força e de todo coração. A Bíblia diz que tudo o que tem fôlego louve ao Senhor. Louvar ao Senhor traz alegria para alma que também só canta de alegria. Que Deus seja louvado para sempre em todo lugar. O Senhor habita entre os louvores por isso Deus está aqui. Se você quer algo na vida tem que lutar muito que num momento vai vencer orando em nome de Jesus. Se Deus está te vendo é só esperar o momento em que ele quiser mostrar seu grande milagre. Para terminar vou escrever uma palavra que representa a vontade de todo crente. Maranata! Essa palavra Maranata traduzida significa Ora Vem. E num sentido mais correto nós cristãos usamos esse nome para falar "Ora vem, Senhor Jesus". Canta aleluia. Amém. Louvai ao Senhor! O mesmo vídeo está no YouTube se quiser ver clica no link. https://youtu.be/S4OJnw3GUCM
submitted by aleluia1983 to u/aleluia1983 [link] [comments]


2018.01.18 19:18 lecolie [Desabafo] Um pequeno texto sobre eu me sentir um lixo, foi mal.

Eu sou um lixo.
É basicamente isso, eu nem sei por onde começar, eu simplesmente sou um lixo. Não é nem que nem aqueles caras nos filmes com uma melancolia romântica. É agonia, frustração e raiva, por eu ser um lixo.
Acho que parte dessa sensação veio da pressão que colocavam encima de mim sobre eu ser um garoto inteligente, e eu ser a criança da família que vai se tornar um adulto bem sucedido. Agora a minha prima ganhou vários concursos pra entrar em escolas de renome ou sla oq, enquanto eu continuo estudando em um colégio estadual, sem saber pra onde a minha vida vai, sem vontade de saber.
Tem o meu "melhor amigo" (eu não sei mais se continuamos sendo amigos, a gente não se vê faz um tempo, mas é porque eu só fico em casa o dia todo e cortei contato com ele praticamente, que é o meu vizinho), ele ta sempre sendo meio produtivo, ele passa o dia com a namorada e fazendo coisas que ele gosta, ele ganha um bom dinheiro administrando uma página do facebook. Era o único tipo de coisa que um dia eu pensei que eu teria, algo grande na internet, pois é na internet que eu fico o dia todo. Mas não, eu sou o garoto que não chegou em lugar nenhum, nem no que eu considerava o meu espaço.
Também tem o meu irmão mais novo que vive falando dos planos dele, embora academicamente eu ainda seja bem superior a ele (sem querer parecer arrogante, o meu irmão que é meio ingênuo mesmo), ele passa confiança por demonstrar saber por onde ir. Ninguém nunca ouviu os meus planos, eu nunca tive planos. Eu sinto que sou uma decepção.
Eu sinto que sou a única pessoa do mundo que não sabe como as coisas funcionam, ou pra onde vou. Em viajens bancadas pelo estado (um jeito mais bonito de dizer passeio escolar) eu sinto que todos os outros estudantes sabem o que ta acontecendo, como vai funcionar quando chegarmos lá, onde vamos lanchar, como não se perder, etc. Enquanto eu só fico lá, seguindo todo mundo. Eu não faço a menor ideia.
Pra falar a verdade eu nem sei se to colocando as vírgulas no lugar certo, ou se eu começo outro parágrafo na hora certa, eu tenho a sensação de estar perdido o tempo todo.
Até no reddit quando eu vou postar algo eu leio as regras umas cinco vezes, leio posts dos outros pra pegar alguma referência, e ainda fico nervoso na hora de postar, me perguntando se eu to fazendo algo errado, sentindo como se eu fosse ser gravemente punido por isso.
Sabe aqueles pais que te pedem pra fazer umas coisas, mas tipo, na língua deles? Eles te pedem pra fazer algo que você meio que não entendeu o que eles quiseram dizer, aí vocês ficam com um pouco de medo de perguntar, e medo de fazer tudo errado. Então, é assim o tempo todo, com tudo, com todo mundo, em todos os lugares. Aliás, espero que tenham pego a referência dos pais, espero que não seja assim só comigo.
Eu acho que deveria ter pensando mais cedo em dizer que tenho 17 anos, imagino que alguém lendo isso agora deve estar pensando "Ah caralho, mas é claro! Ele tem 17 anos, porra, perdi meu tempo me importando um pouquinho com isso", só posso pedir desculpas, mesmo. Foi mal.
Eu sou um daqueles jovens que andam meio estranho na rua, que evitam contato visual e acabam fazendo o contato visual mais bizarro que o dos quadros nos filmes do Harry Potter. Eu tento ser gentil nas lojas, e quando me entregam o troco eu falo um "obrigado" como se tivesse um agente me espiando da esquina falando "Agora, diga obrigado" em linguagem de sinais. Quando eu vejo um grupo de pessoas na calçado eu fico super nervoso, começo a entrar em pânico e, quando as pessoas finalmente já passaram, eu espiro como se tivesse fazendo aqueles exercícios de controle da raiva.
Por favor atravessa a rua, pega o celular, olha pro céu, sla.
Me salva dessa situação, por favor.
Uma vez eu fui numa sorveteria com mais dois amigos, faz tempo, pedimos os sorvetes e a moça perguntou "Cobertura?", então eles dois disseram "não" e eu dissei "De morango", ela não me ouviu, e eu deixei passar, eu prefiro deixar essas coisas passarem, é mais confortável pra mim. Então a moça foi entregar os sorvetes e um deles disse "ele quer cobertura" e eu automaticamente pedi pra ele ficar quieto, cara, isso foi horrível, ela disse "Ah desculpa, desculpa mesmo, é que eu não ouvi" e eu disse "Tudo bem", nessa hora eu só queria que um assaltante entrasse na loja, alguém reagisse, e ele matasse todo mundo. É como se a maneira como as minhas interações sociais funcionavam tivesse sido descoberta, como se tivessem tirado a minha máscara, eu fui exposto, eu me senti exposto. Agora eles sabem que eu posso estar deixando várias coisas passarem, agora eles podem ter medo do que eles não me ouviram dizendo. Pelo menos é assim que fica na minha cabeça, na minha cabeça a minha presença deixa eles desconfortáveis.
Mas tem uma pessoa especial com quem eu converso sempre, ela me inspira a fazer as coisas, ela me move, eu amo ela. Ela é incrível, ela faz as coisas, ela faz coisas bem legais e inspiradoras, eu amo o que ela é. Ela não gosta quando eu falo mal de mim, então eu tenho falado bem menos do que antigamente, mas é provável que isso que eu acabei de escrever, isso tudo, não agrade ela. Eu quero que ela leia, e fique feliz pela hora produtiva que eu tive, quero que ela tenha orgulho do que eu fiz, eu transformei a minha agonia em palavras sólidas que fazem sentido (eu acho (eu espero)). Ela faz eu me sentir bem quando eu to me sentindo mal, ela faz eu QUERER me sentir bem. Eu realmente amo ela.
Enfim, eu me sinto um lixo (de um jeito não romântico), o meu cabelo tá sempre bagunçado (de um jeito não romântico), mas eu tenho uma pessoa especial (de um jeito romântico), que eu amo (de um jeito romântico). Obrigado pra quem leu até aqui, de verdade. Mas eu não tenho como te devolver esse tempo, foi mal. Talvez eu tenha me perdido um pouco no meu próprio texto, foi mal de novo.
submitted by lecolie to brasil [link] [comments]


Sinais de Que Ele (a) gosta de você! 6 SINAIS QUE ALGUÉM GOSTA DE VOCÊ 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ 6 Sinais Óbvios que Ela Gosta de Você SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ (Como saber se ele está apaixonado?) 6 sinais que ele está atraído por você e Como saber se ele ... 5 Sinais Que Uma Pessoa Não Gosta De Você - YouTube 5 SINAIS QUE SEU AMIGO ESTÁ AFIM DE VOCÊ! ~ SETE 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ! ~ SETE - YouTube 11 Sinais de que Ele Gosta de Você Mas Não Tem Coragem de ...

20 Sinais Inconfundíveis de que seu Amigo Está Apaixonado ...

  1. Sinais de Que Ele (a) gosta de você!
  2. 6 SINAIS QUE ALGUÉM GOSTA DE VOCÊ
  3. 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ
  4. 6 Sinais Óbvios que Ela Gosta de Você
  5. SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ (Como saber se ele está apaixonado?)
  6. 6 sinais que ele está atraído por você e Como saber se ele ...
  7. 5 Sinais Que Uma Pessoa Não Gosta De Você - YouTube
  8. 5 SINAIS QUE SEU AMIGO ESTÁ AFIM DE VOCÊ! ~ SETE
  9. 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ! ~ SETE - YouTube
  10. 11 Sinais de que Ele Gosta de Você Mas Não Tem Coragem de ...

Opa gente, no vídeo de hoje eu vou contar pra vocês 5 SINAIS QUE SEU AMIGO GOSTA DE VOCÊ! Link do iKhasi na Play Store: https://goo.gl/dHzM1e Site do iKhasi: https://goo.gl/Ldtvuq Não esquece ... Homens são confusos perceber seu sentimentos pode ser um desafio. Como saber se ele gosta e mim? Quais os sinais que ele se importa? Como entender que ele es... 5 Sinais Que Uma Pessoa Não Gosta De Você 👍 Quer mais? Acesse http://alexandervoger.com/comecar-agora/ Para desenvolver seu poder de sedução clique acima 👉 C... como saber se ele esta afim de voce? Hoje quero mostrar os sinais que ele está afim de você e como saber que ele gosta de voce... TODOS OS SINAIS de um HOMEM... 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ ... 5 SINAIS QUE SEU AMIGO ESTÁ AFIM DE VOCÊ - Duration: ... 4 TÉCNICAS que faz UM HOMEM ter vontade de conversar contigo TODO DIA - Duration: ... Saibam que todos os vídeos são feitos com muito carinho para entreter vocês por alguns minutos do seu dia, então não esqueça de nos ajudar também, deixando seu like, um comentário e se ... Opa gente, no vídeo de hoje eu vou contar pra vocês 5 SINAIS QUE ELE GOSTA DE VOCÊ! ️ Não esquece do like! ️ ️ SE-INSCREVA NO CANAL: http://goo.gl/5lu0mq ... Um namoro pode ser o início de uma das experiências mais emocionantes que você poderá ter no decorrer de sua vida. Quando uma pessoa está realmente gostando de outra ela geralmente demonstra ... 6 Sinais que Vocé é mais Atraente do que Pensa - Duration: 4:02. Manual do Homem 709,305 views. 4:02. 5 Sinais Fortes que Ela não gosta de Você - Duration: 2:48. Aprenda a identificar os sinais de que ele gosta de você Texto completo: http://www.oraculodalu.com.br/2015/09/11-sinais-ele-gosta-de-voce-mas-nao-tem-corage...