Melhor conselhos de saúde

Coloque uma xícara de arroz no seu guarda-roupa e isso é o que acontecerá! Notou algo estranho nesta velha foto em preto e branco? Quando vimos, nos deu arrepios… Bonita cachorrinha de uma orelha é um grande sucesso no Instagram; Você deve lavar as mãos depois de tocar nessas 10 coisas inofensivas O melhor a fazer é entender que se trata de uma fase. Dessa maneira, será possível evitar que o estresse piore ainda mais a situação. Quando essa falta de apetite sexual se prolonga muito no tempo e começa a afetar o campo pessoal e a saúde do relacionamento, ela pode ser considerada um problema. ConSeLhoS de Saúde 1371 rap — rio de Janeiro 43(6):1369-1378, nov./dez. 2009 de inflexão, os tipos de resistências encontrados, qual a topografia dos atores Conselho Nacional de Saúde - 'Efetivando o Controle Social'. Esplanada dos Ministérios, Bloco G, Edifício Anexo do Ministério da Saúde, Ala B, 1º andar - Sala 103B - 70058-900 – Brasília, DF 10 conselhos para dormir melhor. 15 de Março, 2019. Dormir poucas horas ou ter um sono de fraca qualidade implica riscos para a saúde. Contudo, há, pelo menos, dez coisas que pode fazer para dormir melhor. Conselhos de Saúde ACES Feira Arouca. Espaço do Utente do ACeS Feira/Arouca Conselhos úteis de Saúde Informe-se e torne-se mais saudável! Clique nas imagens para aceder a mais informação. Flyer Exercício e Postura: Um guia prático para o dia-a-dia ... Faça mais exercício físico, mas antes perceba qual a melhor forma de o praticar: ... O exercício físico é um dos melhores hábitos para favorecer a saúde mental. Dados da Clínica Mayo sugerem que esse tipo de atividade pode contribuir significativamente para o tratamento e a prevenção da depressão. Isso ocorre porque a sua prática promove a liberação de endorfinas, substâncias químicas associadas ao bem-estar. 10 conselhos práticos para dormir melhor. Você está exausto. Tudo que você precisa é de um bom sono, precioso e adorável. Porém o que você precisa não vai acontecer. Acesse o microblog do Conselho Nacional de Saúde. Informes. CNS recebe apoio de “Brasil pela Democracia” em petição contra desfinanciamento do... CNS e Conasems reforçam petição pública por mais recursos no SUS em 2021 ... Sistema de Acompanhamento dos Conselhos de Saúde Acesse mais ações e programas . Os Conselhos de Saúde no Brasil, são órgãos em âmbito nacional, estadual e municipal para que a sociedade possa intervir nas ações do SUS, fazendo valer seus interesses.Estes são órgãos paritários e colegiados,isto é, compostos por quantidade iguais de representantes de categoria com poderes equiparados e devem funcionar e tomar decisões regularmente, acompanhando, controlando e ...

Um subreddit para a comunidade trans brasileira

2018.06.01 20:28 MarshKun Um subreddit para a comunidade trans brasileira

Um lugar para discutir tudo relacionado a comunidade trans brasileira. Se você tem perguntas, quer desabafar, ou qualquer outra coisa, seja bem-vinde! This is a place to discuss everything related to the brazilian trans community. Feel free to post in other languages too!
[link]


2020.09.22 02:33 MFoxBR FAQ do r/sexualidade

Olá pessoal, tudo bem? Conversando com um dos admins aqui do sub, me ofereci em fazer um FAQ para responder e deixar registrado de maneira permanente algumas das perguntas mais feitas aqui no sub.
O propósito de todo o sub é que todos possam se abrir no aspecto mais pessoal possível para que possam tirar qualquer dúvida no que diz respeito à sexualidade, de maneira mais direcionada também. Porém alguns assuntos servem e são necessários para todos e são melhores de estarem em um tópico fixo e mais acessível, assim ajuda todo mundo de uma vez, de uma maneira mais organizada e fácil de encontrar.
Temos bastantes usuários bem jovens, que estão iniciando a vida sexual agora e eu vejo com preocupação alguns outros usuários dando conselhos bem ruins sobre saúde, prevenção etc. O propósito desse tópico aqui não é ser uma palavra de ordem ou uma bronca em ninguém, mas dar informações pautadas no conhecimento científico e nas orientações dos órgãos oficiais de saúde, sem achismo e sem julgamentos também, da maneira mais objetiva e direta quanto for possível (juro que me esforçarei). Esse tópico será constantemente atualizado com as novas perguntas e respostas que forem surgindo conforme formos recebendo ok?
Sugiro começarmos com vocês fazendo perguntas nos comentários do fio, assim vou respondendo aqui em cima no tópico atualizado, o que acham? Vou combinar perguntas que eu achar que são semelhantes, assim não fica repetitivo também ok?
Obrigado à todos e bora se informar de como fazer uma putaria gostosa e saudável. Vão se foder todos (foi um trocadilho tá? Rs).
FAQ
P: O meu pau/buceta é pequeno(a)?
R: No caso do pênis, qualquer medida acima de 4cm de comprimento em ereção está acima da faixa considerada pela medicina como micropênis. A média do comprimento de um pênis humano em ereção é de 4cm em crianças e de 8cm-13cm em adolescentes e adultos, sendo variável de acordo com a sua altura e período de desenvolvimento sexual. A vagina tem uma média de 8cm-15cm de profundidade, e o ponto g, a região de maior sensibilidade, fica localizado na porção média dos primeiros 5cm dentro da vagina. Já no caso das pessoas com pênis, o ponto g, a próstata, está localizada na porção dos 3cm-5cm dentro do ânus. Não há métodos eficazes sem intervenção cirúrgica para se aumentar um pênis. A performance sexual não melhora ou piora por conta do tamanho do pênis, seja para a parte ativa, a que tem o pênis, quanto para a parte passiva, a que é penetrada pelo pênis.
P: Existe mais do que um tamanho de camisinha? Qual usar?
R: O tamanho padrão do preservativo externo (para o pênis) é o de 52mm de largura. Também estão disponíveis no mercado o tamanho teen (49mm), o grande (55mm) e o extra (58mm). Os comprimentos desses preservativos giram de 16cm até 19cm no tamanho maior. Deve-se usar o preservativo do tamanho certo, que fique justo ao pênis para garantir a proteção necessária e evitar vazamentos. Um preservativo de tamanho maior do que o necessário pode vazar ou até sair durante o ato, tanto deixando-o dentro da pessoa passiva quanto caindo no chão, comprometendo completamente a proteção para ambos. Vale ressaltar que a camisinha é o único método de proteção eficaz contra a maioria esmagadora das ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) e também um dos mais eficazes métodos contraceptivos disponíveis. O tamanho do preservativo interno (para a vagina) é padrão. Protejam-se.
P: Quais são os riscos que tenho de contrair doenças ao fazer sexo?
R: Os riscos sem proteção são inúmeros. Mesmo em um sexo sem penetração (gouinage) também há risco de infecção por diversas doenças. Geralmente se preocupa apenas com as ISTs (infecções sexualmente transmissíveis), porém mesmo doenças mais comuns também podem ser transmitidas pelo contato sexual sem penetração, como o exemplo do Coronavirus. Apenas para fins de exemplo, dentre as ISTs transmitidas sem penetração estão: a sífilis, o HPV, a herpes, hepatite b, o HIV também mas este com baixo risco (só é alto no caso de um oral com uma ferida na boca), entre outras. Também doenças mais comuns como o piolho, o chato, a gripe, o Coronavirus, etc, estão entre as doenças passíveis de serem transmitidas pelo contato sexual sem nenhuma proteção. E lógico, além de todas as citadas anteriormente, ainda mais infecções são possíveis através do sexo penetrativo sem proteção, como o HIV, hepatite C, gonorréia, dentre muitas outras. Se você teve contato sexual de risco (sem proteção) recente e apresenta qualquer tipo de sinal estranho nos seus genitais, seja no pênis ou na vagina, como verrugas, feridas abertas, dores, corrimentos, sensibilidades extremas, etc, vale a pena visitar um médico para verificar ok? E mesmo que não apresente nenhum sinal, faça o teste no CTA mais próximo da sua casa. É de graça, sem dor e bem rápido, e você fica sussa na sua cabeça.
P: Quais são os métodos de proteção disponíveis?
R: Temos algumas categorias diferentes de proteção para diferentes aplicações praticas. Dentre os contraceptivos, ou seja, para evitar a gravidez indesejada há: o DIU, o diafragma, a pílula anticoncepcional, o anel vaginal, a pomada espermicida, etc, lembrando que estes métodos somente evitam a gravidez mas ainda deixam as partes totalmente vulneráveis à infecções por doenças da mesma maneira como usar nenhum desses métodos. Para proteção contra o HIV, temos o PrEP e o PEP, disponíveis gratuitamente no SUS, são medicamentos usados antes ou depois (respectivamente) do contato sexual de risco. Vale ressaltar que este método evita apenas a infecção pelo HIV e não por outras doenças, logo o seu uso é apenas recomendado em conjunto com o preservativo. E finalmente temos os preservativos, tanto o externo (para o pênis) quanto o interno (para a vagina), que são os únicos métodos que evitam a maioria das ISTs, também sendo o mais eficaz método contraceptivo, mantendo o contato sexual. Apenas para deixar registrado que o único método 100% eficaz contra todo tipo de infecção por doenças é a completa abstinência sexual, porém acredito que ninguém aqui quer isso, não é mesmo? Rs. Protejam-se pessoal!
submitted by MFoxBR to sexualidade [link] [comments]


2020.09.18 10:52 TiaSayu Ajuda para aqueles que tem ansiedade...

Yo mina, Daijobu deska? *ೃ˚
Hoje falarei sobre um tema que me atormenta assim com muitas pessoas diariamente. Espero que esse texto ajude alguém que nessa pandemia, anda sofrendo com o dobro das reações desse distúrbio.
AVISO: Se caso você sofre com este problema e níveis descontrolados POR FAVOR, procure por profissionais para se auto-ajudar. Não tente sobre HIPÓTESE alguma tomar medicamentos por conta própria e nem usar métodos não convencionais. Sempre consulte o seu psiquiatra ou médico sobre suas dúvida, e se cuide da maneira correta.
Bilhetinho: Espero com que este texto seja fonte de muito apoio para aqueles que sofrem disto, um guia para aqueles que querem ajudar alguém que sofre. Espero que, de alguma maneira, posso ter sido útil na vida de alguém e ter alegrado o seu dia ♥
Vamos para o textinho︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶
Bom... Para aqueles que desconhecem a ansiedade é algo comum e todos estão sujeitos a senti-la. No entanto, a ansiedade é uma doença subjacente (Que não se manisfesta claramente) somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e interferirem na vida cotidiana da pessoa, em resumo: ''A Ansiedade é um termo geral para vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação exagerada. ''
A ansiedade que estou citando é mais do que o comum do qual estamos habituados. Está além da empolgação de ir se apresentar em uma entrevista de emprego ou comparecer no primeiro encontro; Tal circunstância pode se agravar com traumas ou com problemas persistentes na vida de alguém, e os sintomas são duradouros e limitadores, o que atrapalham a vida desta pessoa.
Os principais sintomas que podem acontecer são:
Para ajudar ou se auto-ajudar, é necessário entender esses pontos e procurar conversar ou se entender. Procurar as fontes e raízes desta ansiedade e tentar muda-las para amenizar os efeitos. E é para isto que existem os profissionais e pessoas que podem te dar esse suporte durante uma crise.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos importantes:;
Para aqueles que querem ajudar alguém que sofre com isto, é necessário entender algumas coisas cruciais... E entender em si o que é a Ansiedade e os seus tipos.
1- A coisa mais importante é se ter PACIÊNCIA.~ A pessoa já está sofrendo com diversos pensamentos a mil por hora, mal conseguindo conter as próprias emoções e atos. Tenha cautela ao se referir e agir, qualquer erro pode dar a entender que a pessoa afetada só está incomodando e atrapalhando a vida dos outros (E vai por mim, isso vai piorar em 1000%)
Tente conversar, ajude-a se acalmar, converter os pensamentos negativos. Incentive fazer algo divertido ou diferente, algo que vá distrai-la e alegra-la. Dê amor, carinho e seja compreensivo. Evite Julgar, apontar erros e defeitos.

2- Seja compreensivo.~ Tenha em mente de que aquela pessoa que sofre de ansiedade, não tem controle sobre os próprios pensamentos e emoções. Evite fazer mistério e joguinhos de adivinhação, assim como botar medo ou pressão. Além de ser algo completamente irritante para qualquer um, para um ansioso ele ficará bem mal e aflito. Ex:;
'' Preciso te contar algo, mas só posso contar amanha'' ou ''Estamos atrasados. Se apresse!''
Faça isso e é uma noite que você rouba desta pessoa. Enquanto a você dorme tranquila, o ansioso fica acordado, pensando em tudo que é possível e o impossível para adivinhar o tema do assunto ou se cobrando por ter feito melhor.Então por favor, não faça estas brincadeiras de mal gosto, prometendo e adiando coisas, isso faz um mal que só o ansioso entende.Entenda que nossa cabeça funciona a mil por hora, diferente das demais pessoas:Ex:;
Pessoa normal: ''Ata certo, tenho que fazer isto e pronto..''
Ansioso: Tá eu tenho que fazer isso... Perai, será que eu desliguei o gás? ESSA NÃO, SE A CASA EXPLODIR VAI SER MINHA CULPA, PESSOAS VÃO MORRER E A CULPA SERÁ MINHA. Mas.... Será que eu tranquei a porta?... E SE ALGUÉM INVADIR MINHA CASA E FAZER TAL COISA.
(Vai por mim, isso não vai acabar tão cedo. Então por favor, tenha consciência)

3- NUNCA, SOBRE HIPÓTESE NENHUMA, JULGUE. EVITE TOTALMENTE DAR TRANCOS: Como dito, a sensação de estar incomodando é constante. Pensamos que a pessoa nos abandonará, ou que estamos fazendo mal a ela ou atrapalhando a vida dela, nos sentimos inferiores e sempre estamos nos menosprezando. Há casos que até mesmo, o ansioso termina um relacionamento bacana apenas por pensar que ele é incapaz, que o seu conjunge não o(a) suporta e nem gosta dele(a).
E realmente, há pessoas que julgam.Falam que somos muito complicados, que estamos fazendo drama ou teatro, nos evitam para não ter alguém ''enchendo o saco'', e que nos afastamos por ser pessoas ''falsas''. Houve até comentários na minha vida, de pessoas aconselharem a opção de término de um namoro, pois deduziam que a menina estava distante, que ela estava traindo e estava sendo seca de proposito.
NÃO! Nos isolamos e nos afastamos por achar exatamente que estamos fazendo algum tipo de male. Jamais julgue ou se deixe elevar por opiniões alheias. Tente conversar e entender, não vá se precipitando. No final, se caso isso tenha força, só sofreremos ainda mais.
4- Ouça mais e seja sincero: Se a pessoa finalmente conseguir desabafar, a escute até o fim. E se ela hesitar por medo ou insegurança, acalme-a e prossiga. Na maioria das vezes, elas só querem ser ouvidas e não receber conselhos (A não ser que ele(a) peça). E o mais importante, não finja falsa sinceridade, não dê essa expectativa falsa, além de ser uma ato bem babaca, isso só mostra que no fim, você não estava preocupado e nem interessado em ajudar de fato, que só fez por mera educação.
5- Convide-o(a) para dar uma volta: Se possível no momento, convide-o para uma volta. Caso a pessoa aceite, converse e tente distrai-la e acalma-la, fazer atividades talvez, fazer alguma coisa bacana. Gastar a energia em uma caminhada ajuda bastante (Bom, pelo o menos para mim ajuda)
6- NUNCA, JAMAIS OFEREÇA BEBIDAS ALCOÓLICAS: É serio, em crises a pessoa pode associar a bebida como um escape. AI meu filho, ficará difícil faze-la abandonar.
7- E por ultimo. Não diminua isto: Ansiedade é algo que precisa de atenção, assim como a depressão. É algo que afeta a vida de alguém de forma profunda, sendo motivo de vários suicídios e problemas graves nas famílias. Não a trate como algo banal e sem importância, é algo que precisa de atenção e empatia.
︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀
Conselhos para aqueles que Tem a ansiedade e querem uma mãozinha para amenizar os efeitos ♥
1- Pratique alguma atividade física.Dança, artes marciais, ginastica... Qualquer coisa! Isso, além de dar uma animada e fazer bem para a saúde, ajuda a distrair a mente e ''descontar o estresse''. É um ótimo incentivo.
2- Meditação: Se é algo que me ajudou muito nas minhas crises, é a meditação. Ouvir uma musica calma, controlar a respiração, fechar os olhos e relaxar o corpo. É uma boa pedida e AJUDA muito numa crise.
3- Ouvir musicas favoritas: Como uma ansioso precisa descontar sua energia, desconte dançando ou curtindo uma musica de preferência. Isso ajuda e MUITO, nem que seja necessário repetir a musica diversas vezes ou cantar junto.
4- Mantenha uma alimentação top: Sim, até a comida influência. Evite comidas muito gordurosas em certos horários do dia. Os hormônios podem ser nossos inimigos após alimentação.
5- Desconte em seus Hobbies ou descubra novos Hobbies: Nada melhor do que fazer o que a gente gosta, nestes momentos o Faça! Isso pode ajudar durante uma crise e vai distrair sua mente para focar neste Hobby.
6- Pense ao contrario de tudo!: Se realmente está difícil de suportar a crise e nada está ajudando, Alimente boas sensações. De todos os pensamentos negativos converta para os bons. Ex:;
"'Droga eu teria conseguido se eu tivesse feito tal coisa... Não, eu dei o meu melhor e sei que estão orgulhosos de mim. Vou me esforçar mais para que na próxima eu não comenta o mesmo erro. ''
''Ain... Ela falou tão mal de mim... Por que? O que eu fiz?... Não! Há pessoas que me ama do jeitinho que eu sou, e se essas pessoas que são importantes para mim me amam pelo o que eu sou e amam minha aparência, então eu acredito nelas e que se dane o resto!.
Isso é psicológico, não e deixe levar pelos os próprios julgamentos e não se castigue! ♥
7- Procure se amar e se auto entender, reconheça que todos podem errar, e que errar não é algo ruim. Aprender com os erros é melhor do que aprender com os acertos. Se caso você errar com alguma coisa, não se abale! Se valorize e reconheça que você é incrível e que há pessoas que adoram o eu jeitinho.︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶︶ °・❀

Minha experiencia: Sofro de ansiedade, fruto por parte da minha mãe e traumas vindo da época do fundamental/colegial. Meus dias são difíceis e parecem somente piorar. Minha crises são graves e preciso de ajuda na maioria das vezes, tomo medicamentos para ajudar nos sintomas que, muitas vezes, funciona. O sentimento de angustia é algo que realmente machuca, algo que não me dá paz e me faz ter pânico quase por três dias inteiros.
Quando meu namorado está comigo, me ajudando e me dando suporte e amor é algo muito bom. Me sinto muito bem e sinto que melhoro e evoluo demais a cada crise, é importante entender a existência dessas pessoas na nossa vida e de como isso ajuda a evoluir nosso ser. Já fui muito julgada, abandonada, criticada e realmente, são coisas que apenas pioram minha vida. Mas sigo lutando e espero ajudar outras pessoas como eu o aquelas que tem a boa intenção de ajudar estas pessoas.
Enfim, espero que tenham gostado e ter realmente ajudado alguém ♥
submitted by TiaSayu to desabafos [link] [comments]


2020.08.31 05:07 altovaliriano Stannis Baratheon (Parte 7)

O objetivo inicial de Stannis era sentar no Trono de Ferro. Minha impressão é que esse era o plano desde que ele abandonou Porto Real. Outros leitores alegam que esta intenção surgiu apenas depois da morte de Robert. Qualquer que seja o caso, todos devemos concordar que este era o objetivo ao menos desde o Prólogo de A Fúria dos Reis.
Por sua vez, Melisandre já alegava que o rei era a reencarnação de Azor Ahai. Talvez já pensasse assim antes. Mas não sabemos. Tudo que sabemos é que a mulher vermelha promoveu Stannis a herói renascido e nunca o tirou do altar.
Até Tormenta de Espadas, Stannis nunca havia se identificado com o papel de Azor Ahai. Só seguia os conselhos da feiticeira de Asshai para tentar reverter a desvantagem que Renly havia lhe imposto. Depois que conseguiu precisava para combater seus inimigos, até a colocou na geladeira. Atacou Porto Real apenas como Stannis Baratheon, não Azor Ahai, algo que Melisandre não tardou em usar isso contra ele, depois que retornou derrotado à Pedra do Dragão.
Ela voltou a afirmar que ele era um herói renascido e, derrotado e desmoralizado, Stannis começou a lhe dar ouvidos. Ela lhe mostrou uma visão no fogo, falou de uma guerra contra a escuridão, disse que poderia acordar um dragão da pedra, requisitou sangue de um rei e temperou a fábula de Azor Ahai de modo que o herói também era um rei legítimo.
O truque de Martin foi deixar Stannis e Melisandre muito tempo a sós, pensado que Davos havia falecido. Depois o truque foi Davos retornar com um plano para matar a sacerdotisa, o que o tornava mais um traidor. O rei só chama Davos porque Melisandre requisita, mas nem a feiticeira nem Baratheon poderiam prever que o cavaleiro das cebolas atiraria verdades duras a seu suserano.
Stannis fica impressionado, e provavelmente abandona a noção de que Davos era um traidor, pois pergunta por que o cavaleiro queria matar a mulher vermelha. Depois que percebe que as razões eram pessoais (e não para traí-lo), o rei de Pedra do Dragão começa a abrir o jogo, mas de modo confuso e atrapalhado. Provavelmente porque não ele não sabe do que está falando. Só está repetindo o que ouviu de Melisandre.
O objetivo de Baratheon agora é lutar na “grande batalha” e unir toda Westeros contra o Grande Outro. É um plano parecido com o anterior, mas agora Stannis precisa abandonar a ideia de simplesmente ‘tomar o trono’ para abraçar o ideal de ‘unir o reino’. À semelhança de Aegon, o papel agora é acabar com as disputas internas e consolidar a figura de um único governante. Mas tal como Aegon, precisa-se de um dragão. Para conseguir o dragão Edric Storm deve ser sacrificado.
A areia corre agora mais depressa pela ampulheta, e o tempo do homem sobre a terra está quase no fim. Temos de agir com ousadia, senão toda a esperança estará perdida. Westeros tem de se unir sob seu único rei verdadeiro, o príncipe que foi prometido, Senhor de Pedra do Dragão e escolhido de R’hllor. […] – Dê-me o garoto, Vossa Graça. É a maneira mais segura. A melhor maneira. Dê-me o garoto e acordarei o dragão de pedra.
(ASOS, Davos IV)
Mas como é possível unir o reino sem antes tomar o trono? Não são ideias que redundam no mesmo ponto? Segundo o discurso legalista de Stannis, não. Tendo Stannis a convicção de que o reino e trono já são seus, diminui-se a urgência de tomá-los.
Não é questão de desejo. O trono é meu, como herdeiro de Robert. Essa é a lei. Depois de mim, deve passar para a minha filha, a menos que Selyse finalmente me dê um filho. – Passou três dedos levemente pela mesa, sobre as camadas de verniz liso e duro, escurecido pela idade. – Eu sou rei. Os quereres não entram nisso.
(ASOS, Davos IV)
Este discurso convenientemente repetido por Baratheon é a brecha para que permite a Stannis aceitar outros rumos que não atacar Porto Real novamente. Não fosse assim, por que ele sequer daria ouvidos a um plano de Axell Florent e Salladhor Saan para atacar a Ilha da Garra? Ou então por que Stannis esperaria tanto tempo para que Melisandre comprovasse a eficácia de suas promessas?
De todo modo, o discurso de que o título lhe pertence, aconteça o que acontecer cai como uma luva em sua nova mentalidade de herói mítico. Mais tarde será este discurso que autorizará que Stannis deixe Pedra do Dragão para responder ao pedido de ajuda da Patrulha descoberto por Davos. O rei viu a visão no fogo e aquilo o fez relativizar a buscar pelo trono.
Com meus próprios olhos. Depois da batalha, quando estava perdido em desespero, a Senhora Melisandre pediu-me para fitar o fogo da lareira. […] o que vi foi real, apostaria nisso o meu reino.
E foi o que fez – disse Melisandre.
(ASOS, Davos IV)
Mas os discursos dos personagens não veem sempre em seu auxílio. As vezes, ele são uma arma para ser usada contra ele. Esta é a razão pela qual Stannis fez de Davos sua Mão. Mas também é a razão pela qual Davos não será punido pela flagrante traição em traficar Edric Storm para Lys.
Ao condenar um eventual ataque a Ilha da Garra, Davos fez Stannis perceber que puniria homens como ele mesmo: que estavam obedecendo ordens de seu senhor contra o rei. Quando leu o pedido de ajuda da Patrulha da Noite, Davos usou a visão que Stannis e Melisandre lhe haviam contado e as profecias da grande guerra contra eles mesmos. Se Baratheon agisse diferentemente naqueles momentos, estaria virtualmente demonstrando que não era rei, herói ou sequer o Stannis que ele conhecia.
Não quero dizer com isso que Stannis não sofre transformações ao longo de A Tormenta de Espadas. Pelo contrário. O rei muda muito o seu discurso de um capítulo para o outro neste livro. O final do Davos IV e o começo de Davos V são espelhos um do outro. A situação modifica-se rapidamente quando as circunstâncias forçam o rei derrotado a admitir que Melisandre pode ter razão sobre o sangue de rei. Porém, nem todas as mudanças vieram em favor da tese de Melisandre. Ao dar alguma razão à feiticeira na mesma medida em que lhe retirava, Martin objetiva criar mais conflito interno no personagem, forçando Stannis a tomar uma decisão que refletisse sua personalidade da forma mais autêntica possível.
Primeiro, falemos das suspeitas que surgem de um capítulo para o outro.
Stannis antes achava que R’hllor deveria escolher alguém melhor, se achando inadequado para o destino que lhe era imposto. Entretanto, ao reparar que R’hllor escolhe como seus instrumentos os homens mais pífios e desonrosos, Baratheon passa a duvidar da lisura de seu deus.
O Senhor da Luz devia ter feito de Robert o seu campeão. Por que eu?
Porque é um homem reto – disse Melisandre.
(ASOS, Davos IV)

Será que a mão de R’hllor é manchada e entrevada? – perguntou Stannis. – Isso parece mais obra de Walder Frey do que de qualquer deus.
R’hllor escolhe os instrumentos de que necessita. – O rubi na garganta de Melisandre brilhava, rubro. – Seus caminhos são misteriosos, mas nenhum homem pode resistir à sua vontade ardente.
(ASOS, Davos V)
Por outro lado, após ser persuadido por Davos a não atacar a Ilha da Garra, Stannis falava em trazer justiça para cada pessoa nos sete reinos, independente da classe. No capítulo seguinte, porém, vislumbrando a chance de angariar apoio político fácil, fala que oferecerá indultos totais aos traidores que perderam seus reis para as sanguessugas de Melisandre. Mais do que qualquer coisa, essa passagem demonstra o quanto Stannis estava ávido para se livrar do dilema moral envolvendo o sacrifício de Edric.
Eu trarei justiça a Westeros. Algo que Sor Axell compreende tão mal quanto compreende a guerra. A Ilha da Garra não me traria nada... e seria uma coisa maligna, como você disse. Celtigar tem de pagar o preço da traição pessoalmente. E quando eu subir ao trono, pagará. Cada homem colherá o que semeou, do mais alto dos senhores ao mais baixo rato de sarjeta. E alguns perderão mais do que as pontas dos dedos, garanto. Fizeram o meu reino sangrar, e não me esqueço disso.
(ADWD, Davos IV)
...
O lobo não deixa herdeiros, a lula gigante deixa muitos. Os leões vão devorá-los, a menos que... Saan, vou precisar de seus navios mais rápidos para levar enviados às Ilhas de Ferro e a Porto Branco. Oferecerei indultos. – O modo como cerrou os dentes mostrou o pouco que gostava da palavra. – Indultos totais, para todos aqueles que se arrependerem da traição e jurarem lealdade ao seu legítimo rei. Têm de compreender…
(ASOS, Davos V)
Outra dúvida que acomete Stannis tem relação com a própria credibilidade das visões no fogo. Na primeira conversa, Stannis tem uma convicção profunda sobre o significado do que viu nas chamas. A seguir, mostra-se cético. Eu diria que, aqui, o rei está desdenhando do sucesso das sanguessugas com base nas previsões ambíguas que Melisandre fez no passado. Outra tentativa de se esquivar do sacrifício do bastardo de Robert.
A convicção na voz do rei assustou Davos profundamente.
(ASOS, Davos IV)
...
Há mentiras e mentiras, mulher. Mesmo quando essas chamas falam a verdade, estão cheias de truques, parece-me.
(ASOS, Davos V)
Porém, Melisandre conseguiu incutir algumas ideias em Baratheon. Quando libertou o Cavaleiro das Cebolas, Baratheon elogiava Edric Storm e se mostrava enfurecido por pensarem que ele o faria mal. Na segunda conversa, contudo, depois que Melisandre tanto destaca quanto o bastardo era a encarnação de uma afronta (e até mesmo de uma maldição) contra o rei, ele passa a expressar uma opinião negativa sobre o garoto.
O garoto encantou-o? Tem esse dom […]. Penrose preferiu morrer a entregá-lo. – O rei rangeu os dentes. – Isso ainda me enfurece. Como ele pôde pensar que eu iria fazer mal ao garoto?
(ASOS, Davos IV)
...
Já estava farto desse maldito garoto antes mesmo de ele nascer – protestou o rei. –Até o nome dele é um rugido aos meus ouvidos e uma nuvem negra que paira sobre a minha alma.
(ASOS, Davos V)
Por fim, enquanto que primeiramente o rei insistia a Melisandre que pensar em dragões era alimentar uma esperança tola, mais tarde ele mesmo passa a fantasiar com as possibilidades.
Não quero ouvir mais nada sobre isso. Os dragões acabaram-se. Os Targaryen tentaram trazê-los de volta meia dúzia de vezes. E fizeram papel de bobos, ou de cadáveres.
(ADWD, Davos IV)
...
Seria uma coisa maravilhosa vera pedra ganhar vida – admitiu de má vontade. – E montar um dragão... [...] Robert tirou os crânios das paredes quando colocou a coroa, mas não suportou a ideia de mandar destruí-los. Asas de dragão sobre Westeros... isso seria uma...
(ASOS, Davos V)
Neste momento Davos interrompe Stannis para combater os argumentos de Melisandre. Tal qual havia feito antes ao criticar o plano de Sor Axell, o cavaleiro das cebolas desempenha o papel do advogado de defesa. Tal qual havia feito anteriormente, Stannis deixa seus conselheiros debaterem livremente, como se a altercação acontecendo na corte fosse um reflexo de seu próprio conflito interno.
Os argumentos da nova Mão do Rei não são novos. São os mesmos que Stannis já havia apresentado à feiticeira e, por isso, Melisandre tem resposta para todos. No fim, porém, Davos inova argumentando que nem todos as sanguessugas haviam causado o efeito prometido.
Duvida do poder de R’hllor? [...]
Até um contrabandista de cebolas sabe distinguir duas cebolas de três. Falta-lhe um rei, senhora.
Stannis resfolegou uma risada.
Ele pegou-a, senhora. Dois não é igual a três.
(ASOS, Davos V)
Stannis mal conseguiu conter sua alegria. Davos apontou uma brecha que o livrava de ter que reconhecer que Melisandre tinha razão, algo que ele estava resistindo a fazer até aquele momento. A alegria, contudo, dura pouco. A feiticeira mostrasse confiante de que Joffrey morrerá em circunstâncias que evidenciarão o poder do sangue de Edric. Stannis fica contrariado e termina a discussão ainda insistindo no argumento de Davos.
Com certeza, Vossa Graça. Um rei pode morrer por acaso, até dois... mas três? Se Joffrey morrer, no meio de todo o seu poder, rodeado por seus exércitos e sua Guarda Real, isso não mostraria o poder do Senhor em ação?
Talvez mostre. – O rei falou como se se ressentisse de cada palavra.
Ou talvez não. – Davos fez o melhor que pôde para esconder o medo.
[…] Dois é diferente de três. Os reis sabem contar tão bem quanto os contrabandistas. Podem ir. – Stannis virou as costas a eles.
(ASOS, Davos V)
A discussão é encerrada, mas Davos sabe que o conflito interno de Stannis está longe de terminado, por isto ele fica para trás para repisar os pontos em que a opinião de Stannis não mudou:
  1. Edric é de seu sangue
  2. Edric é inocente
  3. Edric e Shireen se afeiçoaram.
Davos ainda quis repetir o nome do garoto a fim de humanizá-lo, pois Stannis teimava em não pronunciar seu nome.
Como era esperado, nada disso tem efeito. Até porque todos estes argumentos foram trazidos pelo próprio Stannis contra Melisandre. Ao voltar a eles, Martin apenas nos demonstra que Baratheon não descartava sacrificar Edric apesar daquilo tudo. O rei até pronuncia o nome de Edric, demonstrando que humanizá-lo não o faria temer mandá-lo para morte.
Martin fecha este pequeno arco de mudança de opinião com um último espelhamento. Em um capítulo, Stannis manda tirar Davos de sua cela. No seguinte, ameaça justamente jogá-lo de novo nas masmorras. Esse é o sinal de que Stannis não admite mais contestação, pois a possibilidade de entregar Edric a Melisandre já é quase uma realidade.
Vá – disse o rei por fim– antes que consiga se levar de volta à masmorra.
(ASOS, Davos V)
Entretanto, se o sacrifício não acontece depois, o que Martin quis com todo esse arco? E por que vimos Stannis se humanizar e não atacar a Ilha da Garra (um ato “maligno”, segundo ele mesmo), para que logo depois ele esteja em conflito sobre sacrificar uma criança inocente? Tanto o ataque a Ilha da Garra quanto o sacrifício de Edric não aconteceram. O que Martin quis mostrar com isso tudo?
Toda essa volta serviu para estabelecer as diferenças, dentro de um espectro de moralidade, entre os personagens em Pedra do Dragão.
Desde que fomos apresentados a Stannis em A Fúria dos Reis nos tornamos cientes que suas famosas honra e moralidade não são tão rígidas como se fala. Elas se curvam ao cumprimento dos deveres associados aos papéis sociais que ele assume e ao utilitarismo de desempenhá-los à risca. Em outras palavras, Stannis está sempre atento a desempenhar o papel que esperam dele.
Em A Tormenta de Espadas, Stannis admite isso com todas as letras. Quando lhe foi apresentado o dilema da Rebelião de Robert, entre seguir seu irmão e lorde e se tornar um rebelde ou seguir seu rei e manter-se um legalista, Stannis pensou que os laços de sangue eram mais importantes.
Escolhi Robert, não escolhi? Quando esse duro dia chegou. Escolhi o sangue em detrimento da honra.
(ASOS, Davos IV)
No dilema envolvendo Edric, entretanto, Stannis está sendo forçado a abandonar até mesmo seu sangue em prol de uma profecia que tanto salvará o mundo quanto lhe dará o reino. Diferentemente da Rebelião, Stannis agora é o rei e não o rebelde (na cabeça dele ,claro). Não é mais uma questão de lealdades ou legalidade, mas a escolha entre vidas a salvar e um reino para pacificar.
É claro que, como a única fonte de informações é Melisandre, Stannis exige evidências de que ambas as coisas realmente acontecerão, caso ele decida sacrificar o bastardo do irmão. Stannis é um homem desconfiado e orientado por evidências. Não quer fazer um movimento baseado em simples wishful thinking. Entretanto, Melisandre concede as garantias. Lhe fornece uma visão no fogo que o impressiona muito e realiza o ritual com as sanguessugas que “resulta” na morte dos outros três reis ainda vivos na Guerra dos Cinco Reis. Porém, vale mencionar, ainda assim Stannis pedia por garantias.
Jura que não há outra maneira? Jure por sua vida, porque juro que morrerá devagarinho se mentir para mim.
(ASOS, Davos VI)
Sendo assim, a conclusão óbvia é que o rei pode até ser alguém disposto a atos grotescos, mas ele somente os leva a cabo quando têm utilidade verdadeira. Inclusive, esta é a razão pela qual ele concorda com Davos de que atacar a ilha da Garra seria um expediente maligno. Ele não só iria punir as famílias inocentes de homens que lhe serviram com lealdade como não tiraria nada de realmente útil deste ataque, apenas saque.
Já com Edric Storm, o dilema que Martin impõe ao personagem se encaixa no padrão de “O que é a vida de um em comparação” e “As necessidades de muitos”, tropes normalmente associadas à busca pelo bem maior – o que não necessariamente coloca Baratheon na condição de herói, mas tampouco necessariamente o rebaixam à condição de vilão ou de antagonista.
Em verdade, mesmo depois da repentina mudança de opinião sobre Edric, o rei nunca deixou de considerar sua inocência e as consequências nefastas que viriam do ato, especialmente no que se referia a possíveis acusações de fratricídio. Stannis associa este tipo de postura a uma necessidade de cumprimento de seu dever como Azor Ahai e rei.
Quantos garotos vivem em Westeros? Quantas garotas? Quantos homens, quantas mulheres? A escuridão vai devorá-los todos, diz ela. A noite que não tem fim. Fala de profecias... um herói renascido no mar, dragões vivos chocados a partir de pedra morta... fala de sinais e jura que apontam para mim. Nunca pedi isso, assim como não pedi ser rei. Mas vou me atrever a não lhe dar ouvidos? – rangeu os dentes. – Não escolhemos o nosso destino. Mas temos... temos de cumprir o nosso dever, não é? Grande ou pequeno, temos de cumprir o nosso dever. Melisandre jura que me viu em suas chamas, enfrentando a escuridão com a Luminífera erguida bem alto. Luminífera!
(ASOS, Davos V)
Alegar que ‘não pediu’ para estar naquela situação é um gesto clássico de Stannis quando é colocado em uma situação que exige que ele tome escolhas difíceis. Stannis é um homem que dá muita importância ao preenchimento de papéis sociais, seja como irmão mais novo, conselheiro, marido, rei ou herói mítico renascido. Por essa razão conclui não ter controle sobre o próprio destino, que apenas lhe resta agir conforme seu papel.
Afinal, a lição que tirou na infância do caso do falcão Asaltiva foi que tentar agir em desconformidade com sua condição é algo ineficaz, que somente o coloca no papel de bobo. Isso condicionou a vida do Baratheon do meio à busca de desempenhar seu papel da forma mais eficiente e em conformidade com as suas condições. Assim, sua vida foi moldada na obediência aos seus deveres.
Quando era rapaz, encontrei um açor ferido e tratei dele até que recuperasse a saúde. Chamei-o Asaltiva. Costumava se empoleirar no meu ombro, esvoaçar de sala em sala atrás de mim e comer na minha mão, mas não voava alto. Uma vez ou outra levei-o à caça, mas nunca subiu mais alto do que as copas das árvores. Robert chamou-o Asafraca. Ele tinha um falcão-gerifalte chamado Trovão que nunca errava um ataque. Um dia, nosso tio-avô, Sor Harbert, disse-me para experimentar outra ave. Disse que estava fazendo papel de idiota com Asaltiva, e tinha razão.
Assim, todo o dilema enfrentado pelo rei de Pedra do Dragão centrava-se em comprovar a eficácia do método proposto por Melisandre, a fim de não fazer papel de bobo caso fosse uma furada. Stannis estava disposto a sacrificar alguém de seu sangue se conseguisse acordar um dragão e unir o reino sob seu comando para liderar a batalha contra as trevas. O que ele não estava disposto era a ser mais um idiota nas páginas da história, que pensava ter achado a fórmula para obter um dragão, mas no fim acabava morto ou humilhado.
– Não quero ouvir mais nada sobre isso. Os dragões acabaram-se. Os Targaryen tentaram trazê-los de volta meia dúzia de vezes. E fizeram papel de bobos, ou de cadáveres. Cara-Malhada é o único bobo de que precisamos neste rochedo esquecido por deus. Você temas sanguessugas. Faça o seu trabalho.
(ASOS, Davos IV)
Esta visão utilitarista é a postura de Stannis.
A postura adotada por Melisandre, Selyse e Axell é algo inteiramente distinto.
A diferença crucial entre Stannis, Selyse e Axell é que apenas o rei sente-se moralmente impedido de realizar o sacrifício, muito embora Edric também seja do sangue de todos eles. A rainha e o castelão não somente descartam completamente a humanidade e a inocência de Edric Storm, como eles fecham aos olhos ao fato de que “o bastardo de Robert” também é “o bastardo de Delena Florent”.
Edric é filho da prima de Selyse e, por força do casamento com Stannis, seu sobrinho. Já Axell é tio-avô do garoto. Figurativamente falando, o sangue Florent corre tão intenso nas veias de Edric quanto o sangue Baratheon. Este é um detalhe grandemente esquecido tanto pelo leitor quanto pelos personagens, mas que estabelece uma grande diferença de caráter entre Stannis e os Florent.
O rei não ignora o valor da vida que está tirando. A inocência e o fratricídio constituem obstáculos morais sérios para ele. Stannis tampouco deseja patrocinar um fiasco com sangue e desonra. Já Selyse acredita piamente no papo de Melisandre de que Edric conspurcou seu casamento e impôs uma maldição em seu ventre, impedindo-a de gerar filhos homens.
Robert e Delena profanaram a nossa cama e fizeram cair uma maldição sobre a nossa união. Esse garoto é o sujo fruto de sua fornicação. Levante esta sombra de meu ventre, e eu lhe darei muitos filhos legítimos, eu sei que sim.
(ASOS, Davos V)
Axell Florent é um homem ambicioso que vê traidores em todo lado, que está mais do que disposto a lançar à fogueira aqueles de seu sangue (no caso, seu irmão Alester).
Porém, é preciso ressaltar que a miopia de Axell não é condicionada apenas a sua ambição. Ele não apenas estava apoiando o sacrifício de Edric enquanto tinha chances de ser nomeado Mão. Mesmo depois que Davos passa a ocupar o cargo, Axell continua a fazer eco aos gritos de Selyse.
Assim, fica claro que a rainha e o castelão não hesitariam de entregar às chamas alguém inocente de seu próprio sangue caso Melisandre assim requisitasse.
Quanto à própria sacerdotisa de Asshai, pouco podemos inferir sobre sua moralidade. Entretanto, os argumentos que ela apresenta a Stannis parecem indicar que Edric não seria o primeiro inocente que ela sacrificaria na vida.
O Senhor da Luz aprecia os inocentes. Não há sacrifício mais precioso.
(ASOS, Davos V)
Portanto, o ponto de Martin com a “ameaça de sacrifício” era permitir que os leitores contemplassem o caráter de cada personagem envolvido para que soubéssemos “quem eles eram quando estava escuro” e, em contraste, notássemos que, por mais ambicioso, orgulhoso e estrito que Stannis fosse, não seria facilmente convencido a sacrificar o bastardo de seu irmão, mesmo quando as pessoas a seu redor estavam convencidas.
Ele está com eles, mas não é um deles, pensou Davos.
(ASOS, Davos VI)
No fim, entretanto, Edric Storm apenas sobreviveu por intervenção de Davos. A pergunta que fica com o leitor é: O que aconteceria em uma situação parecida se Davos não estivesse por perto?.
Mas isso é tema para outro texto.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.08.05 23:21 Human_4_sure Não sei bem o que eu tô fazendo

Eu não tô fazendo nada de errado, mas também nada de certo, eu me perdi totalmente no rumo da minha vida e não sei mais o que fazer.
Houve um tempo na minha vida que eu tinha uma pilha de coisas que me deixavam triste e deprimida. Eu chorava antes de dormir e acordava com pequenos "ataques" de ansiedade durante a madrugada, isso quando eu conseguia dormir porque as vezes o pensamento de que eu deveria me matar me mantinha acordada, outras vezes eu só não queria lidar com a bagunça da minha vida, o estresse de tentar ter uma noite de sono normal e virava a noite no celular. Eu tinha falhado em tudo. Mas o tempo passou e as coisas que me levaram para aquele estado desastroso passaram.
Quer dizer, as coisas se estabilizaram, tenho notas boas, amigos, família e saúde de volta, tudo passou e estou melhor agora em vários aspectos. Eu não tenho uma vida ruim, não há mais grandes motivos pra ficar triste, mas já se foram 3 anos e não importa o que eu faça, tudo, literalmente tudo me faz sentir como um fracasso.
Quando eu penso em falar com meus amigos, tudo que me vem a mente são lembranças ruins, os estudos me trazem lembranças ruins, as coisas que eu mais gosto de fazer me trazem lembranças ruins, elas estão em todos os lugares, nos livros, nos parques, nos rostos, nos cômodos da casa, só esperando que eu vá fazer alguma coisa. Eu me sinto trancada e presa nesse ciclo vicioso e não vejo maneira de sair.
A tristeza que eu sentia anos atrás era ardente, eu sabia exatamente como me sentia, ela me fazia querer pensar que dias melhores estavam a caminho, porém, agora que estou vivendo "os dias melhores", eu me sinto perdida e sem rumo. E cansada, muito cansada. Cada vez mais sinto vontade de desistir, e repito, não é aquele desejo ardente que me mantinha acordada tremendo de noite porque eu queria me matar, não, a coisa é bem diferente. Esse sentimento é pensado, é lento, só me consome por dentro e eu não sei o que fazer com ele.
Eu andei procurando alguns conselhos no Google, muita gente diz que eu devo procurar ajuda profissional, que não é uma opção por uma série de motivos. Outras pessoas dizem que eu devo esperar e tudo vai passar, eu já me cansei de esperar, não quer passar e também não há o que "esperar" mais, não há nada de extremamente triste acontecendo. Outras dizem que eu devo me animar mais, porém como eu disse anteriormente, nada me anima mais porque tudo está cheio de memórias ruins, isso também me impede de falar com meus amigos e família sobre o assunto.
Eu só me sinto esgotada com a vida, só isso. Tá sendo um saco e eu acho que não vou ser capaz de vencer essa disputa comigo interior.
Eu tô perdida, só isso.
submitted by Human_4_sure to desabafos [link] [comments]


2020.08.03 21:34 beamoreira SOU BABACA POR ME AFASTAR DE ALGUÉM QUE PRECISA DE AJUDA PSICOLÓGICA?

Olá Luba, editores e turma que está a ver, então gente a história é um pouco longa mas eu vou tentar resumir. Eu tenho 16 anos e estava conversando com um cara de 20, ele dizia estar apaixonado por mim, até chegou a dizer que me amava e fazia várias declarações, ( isso tudo em 2 meses de conversa, oq achei MT estranho) mas com o tempo percebi que ele era muito inseguro e abusivo também, reclamava da minha relação com meu melhor amigo (já gostei muito dele no passado) e coisas do tipo, mas eu apenas conversava com esse menino, então não devia satisfações a ele e quis me afastar, mas quando eu disse que queria me afastar ele falou que eu não estava ajudando ele e que ele não me merecia e que ninguém da família e amigos se importava com ele, disse pra ele ir procurar ajuda médica e que eu não podia fazer nada além de dar apoio, mas não adiantou, ele disse que eu tava dando as costas pra ele. Então falei que faria o que ele queria só para ele parar de falar pq eu estava me sentindo muito mal, ele realmente fez eu acreditar que estava errada por me afastar mesmo ele me fazendo mal. Já passei por um relacionamento abusivo e minha saúde mental estava horrível até pouco tempo atrás, não quero isso de novo, mas me sinto culpada por ter me afastado pq um amigo dele acabou de se matar e ele se sente culpado por isso, dei alguns conselhos mas não sei se foi o suficiente, eu fui babaca?
OBS: Eu parei de chamar ele para conversar e sempre que ele me chama eu respondo brevemente sem puxar muito assunto. Acho que ele nunca gostou de mim, ele estava dependente emocionalmente da minha pessoa
submitted by beamoreira to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.02 02:57 Alkazeel Ajuda para o futuro

Antes de mais, não tenho bem a certeza se este sub é o apropriado mas achei melhor expor a minha situação aqui com outros portugueses porque talvez estejam em melhor posição para dar conselhos mais adequados.
Nos últimos tempos tenho andado muito preocupado com o meu futuro após a faculdade, mais concretamente, o meu futuro no mercado de trabalho.
Para dar contexto, tenho 20 anos, já tive 1 semestre e meio a tirar arquitetura e decidi mudar de curso, atualmente estudo jogos digitais e multimédia. Inicialmente escolhi esta área por várias razões:
O meu dilema surge nas minhas capacidades e também claro do que eu desfruto de fazer. Grande parte da minha vida achei que o que eu queria fazer era programação, mas cheguei a um ponto em que tenho de admitir a mim próprio que nem sou bom nem paixão tenho pela área.
Em geral, posso dizer que em todas estas áreas que experimentei, não houve nenhuma que me fizesse apaixonar por ela, sendo eu medíocre a todas elas(á excepção de cinema que ainda não cheguei lá mas a empregabilidade nessa área também me preocupa). Sinto-me um bocado perdido, e incerto relativamente á minha empregabilidade quando acabar o percurso académico.
A minha grande questão é: que áreas acham que vão ter boa empregabilidade no futuro em Portugal (á exceção de programação)?
Tenciono acabar este curso para ter algo pelo menos no currículo, mas quero explorar outras possíveis áreas em que talvez tenha alguma paixão, se for possível encontrar tal coisa.
Por fim, algum contexto extra e algo que aumenta as minhas preocupações, sou filho único, e um lado da minha família tem muitos problemas de saúde, e o outro é muito financeiramente irresponsável, por isso vejo um futuro muito provável em que tenho de cuidar de pais e avós sozinho.
A situação económica do país ainda mais me preocupa, para ajudar a situação.
Peço desculpa pelo post comprido, e agradeço a paciência de quem tudo leu :b
submitted by Alkazeel to portugal [link] [comments]


2020.08.01 22:09 Enchantedazullol Me afastei de uma pessoa, fiz certo?

Aceito conselhos
Bom Venho falando com essa amiga de internet por talvez 1 ano? Nos tornamos muito amigas rapidamente mas desde talvez 2 meses ate agora ela começou a falar algumas coisas que são mt triggering pra mim. Eu sempre estive ali pra ouvir ela mas eu cheguei no meu limite. Ouvir que ela ia se matar ou como ela queria apenas cortar os pulsos toda a noite fez a minha saúde mental piorar de forma mt grande. Falei pra ela que eu infelizmente não conseguia mais escutar aquelas coisas, que talvez ela realmente deveria procurar um psicólogo que possa a ajudar a enfrentar a depressão dela.
Por mais eu que falava, ela n me escutava. Me ignorava e continue falando sobre as mesmas coisas e dps agia como se nada tivesse acontecido. Eu me cansei, gente. Me desculpa mas eu tirei ela completamente da minha vida. Falei pra ela que n dava mais e parei de seguir ela em todas as redes sociais. Isso foi mês passado.
Acordo hj com um textão dela, falando como eu era uma das melhores pessoas da vida dela e como eu era terrível por ter me afastado dela. Que ela quase acabou com a vida dela por causa disso mas que ela n ia deixar isso abalar ela e que o texto era apenas um fechamento pra ela.
Bom. Me sinto péssima. Mas eu sei q se eu ficasse falando com ela então o resto da minha saúde mental ia pro saco :(( eu sou realmente tão ruim assim por cortar alguem fora da minha vida pois ela estava me fazendo mal? Oq vcs acham. Ela me bloqueou então eu nem posso responder. Nem sei se eu quero.
submitted by Enchantedazullol to desabafos [link] [comments]


2020.08.01 20:00 saturn_colorpen Pensando sobre algo, por que tem pais que agem assim? Seria isso um comportamento tóxico?

Você pensa em sair de casa e começar a vida fora da casa dos seus pais, mesmo que seja de uma forma humilde, começando do 0, passando até por algumas dificuldades que são comuns na vida adulta como por exemplo ter o dinheiro contadinho para as contas do fim do mês... Você escuta dos seus pais que não precisa, que é mais seguro ficar na casa deles, que você é bem vindo, que eles querem te ajudar etc etc... Você então mora com seus pais, sempre que quer ajudar com algo como por exemplo pagar algo e escuta que não precisa...Mas aí começa a escutar que "é um peso morto" "que não ajuda com nada" além de se meterem em todas as suas decisões mesmo você já sendo maior de idade.
É algo que vejo acontecendo com um monte de gente. Seria isso tóxico??? Uma maneira de controlar os filhos?
Eu penso da seguinte forma: se eu tenho um filho que quer iniciar a vida adulta eu prefiro dar o suporte necessário pra isso (o que tiver disponível para ajudar) ao invés de prender na minha casa e ficar com julgamento besta depois. Faz parte da vida, sei que talvez enfrentaria algumas dificuldades no inicio, mas a vida é assim mesmo. Erros vão ser cometidos também, mas é melhor aprender de uma vez ao invés de agir com essa toxidade mascarada de "seus pais querem o melhor pra você". Claro que eu daria meus conselhos mas devemos também deixar o filho livre para tomar suas decisões.
No fim sempre fica aquele climao de merda. Fora que deixa o filho se sentindo incapaz de iniciar sua vida.
Cada vez mais vejo isso acontecer com frequência e na minha opinião isso também está ajudando a afetar a saúde mental dos mais jovens. Antigamente os pais davam mais liberdade para os filhos irem atrás de suas vidas e hoje tá essa merda.
submitted by saturn_colorpen to desabafos [link] [comments]


2020.07.28 02:02 Gilnior Conheço pessoas divulgando isso pelo WhatsApp, o que vocês acham?

🆘
Covid
Devido ao colapso no Sistema de Saúde do Brasil, nós, profissionais da Saúde, preparamos este texto para a população, caso não queira logo arriscar ir a um hospital:
Os sintomas aparecem a partir do 3⁰ dia depois do contágio (sintomas de virose).
1ª fase: * Dor no corpo. * Dor nos olhos. * Dor de cabeça. * Vômito. * Diarréia. * Coriza ou congestão nasal. * Moleza. * Ardor nos olhos. * Ardor ao urinar. * Sensação febril. * Garganta arranhada.
Importantíssimo contar os dias de sintomas: 1º, 2º, 3º.
Medicação: Azitromicina Tomar 1 por dia a partir do 3º dia, para diminuir o contágio, diminuir os sintomas e prevenir pneumonia. Agora, também tem, para ser mais rápido na cura o Ivermectina ou Anitta . É necessário agir antes da febre aparecer. Não esperar a febre chegar para tomar antibiótico . Atenção, é muito importante a ingestão de bastante líquido , em especial a água. Beba bastante água para não deixar a garganta seca e para ajudar a limpar os pulmões.
2ª fase: (do 4º ao 8º dia) Inflamatória
O vírus ataca as terminações nervosas. A diferença de cansaço de falta de ar: - falta de ar é quando a pessoa está sentada, sem fazer nenhum esforço e lhe falta ar; - cansaço é quando a pessoa se movimenta pra fazer algo simples e se sente cansada).
Precisa de muita hidratação e vitamina C
(O vírus 🦠 se liga ao oxigênio, a qualidade do sangue fica ruim, com menos oxigênio). Se tiver com tosse, tome algum xarope para tosse. ( Eu tomei o acetilcisteína xarope e envelope ).
3ª fase - cura: no 9º dia entra na fase de cura, até o 14º dia (convalescência). Não atrasar o tratamento, quanto mais cedo melhor.
Boa Sorte a todos." Melhor guardarmos essas recomendações, prevenir nunca é dmais🙌🏻
Conselho de hospitais de isolamento, podemos fazer em casa medicamentos que são tomados em hospitais de isolamento 1. Vitamina C-1000 2. Vitamina E (E) 3. De (10 a 11) horas, sentada ao sol por 15 a 20 minutos . 4. Refeição de ovo uma vez . 5.Descansarmos / dormimos no mínimo 7-8 horas 6. Bebemos 1,5 litros de água diariamente 7. Todas as refeições devem ser quentes (não frias). E é tudo o que fazemos no hospital para fortalecer o sistema imunológico. Observe que o pH do coronavírus varia de 5,5 a 8,5. Portanto, tudo o que precisamos fazer para eliminar o vírus é consumir mais alimentos alcalinos acima do nível de acidez do vírus. Tais como: Bananas Limão verde - 9,9 pH Amarelo Limão - 8,2 pH Abacate - 15,6 pH Alho - 13,2 pH Manga - 8,7 pH Tangerina - 8,5 pH Abacaxi - 12,7 pH Agrião - 22,7 pH Laranjas - 9,2 pH
Como saber que você está infectado vírus corona 1. Comichão na garganta 2. Garganta seca 3. Tosse seca 4. Alta temperatura 5. Falta de ar 6. Perda do olfato .... E o limão com água morna elimina o vírus no início antes de atingir os pulmões ... Não guarde essas informações para si mesmo. Forneça a toda a sua família e amigos.
submitted by Gilnior to coronabr [link] [comments]


2020.07.27 03:12 hermitiano Curatela da minha avó de 72 anos

Fazendo um breve resumo da história toda:
Minha avó de 72 anos mora atualmente com uma filha e um neto maior de idade. Ela se aponsentou muito bem como funcionária pública, e poderia ter uma vida muito boa. Mas, uma série de problemas financeiros das filhas e dos netos fizeram com que ela se afundasse em dívidas. É importante ressaltar que, apesar de lúcida, ela não está em condições de administrar as próprias finanças. Além da questão do dinheiro, ela vive em um ambiente muito desgastante psicologicamente, envolvendo dois usuários de drogas, uma filha depressiva e brigas constantes entre alguns membros da família, com direito à quebra pau.
Estive pensando nas possibilidades que tenho para melhorar as condições de vida dela. A melhor ideia que tive foi a de conseguir sua curatela, pois só assim eu poderia cuidar de sua saúde, retomando o plano de saúde, que foi cancelado, e contratando alguém para acompanhá-la diariamente.
Minhas dúvidas são:
  1. Como neto, quais são as possibilidade de conseguir a curatela da vó?
  2. Caso seja vontade dela, a probabilidade de conseguir a curatela aumenta?
  3. As filhas e os netos podem questionar o pedido de curatela?
Talvez ajude um pouco comentar a situação do neto que mora com ela, e das duas filhas:
Neto) Estudante de graduação, maior de idade e desempregado. Ele mora nos fundos e tem feito uma série de festas em casa durante a quarentena.
Tia a) Diagnosticada a mais de 1 ano com depressão, foi internada 6 meses atrás depois de uma tentativa de suicídio. Na época da internação, ela foi afastada do serviço público, e a situação se mantém até hoje.
Tia b) Ela não mora com a mãe, mas acompanha o dia-a-dia da casa. Ela tem emprego fixo, mas diversos problemas financeiros e mora com um filho usuário de drogas. Inclusive, o filho responde na justiça por uma agressão à ex-namorada, e usa tornozeleira eletrônica por isso.
Existem diversos outros fatos delicados envolvendo essas pessoas que comentei. Tentei me concentrar só nos que podem ser provados facilmente.
Agradeço pelos conselhos. Abraço!
submitted by hermitiano to ConselhosLegais [link] [comments]


2020.07.26 22:28 Lena_a_Rena A revelação

Olá Luba, editores, gatas, pais do Luba, turma que está a ler, e caso eu entre no vídeo, turma que esta a ver tbm.
Essa história aconteceu em maio ou março, não sei, quando 2020 ainda estava normal.
Ela é um pouco confusa, então toma um pouco de contexto: Na época, uma das minhas melhores amigas tinha voltado (no comecinho do ano) dos EUA, após um ano longe. Vamos chama-la de Tarls. Tarls e minha outra melhor amg, vamos chama-la de Narls, tinham uma amizade mt forte com um garoto chamado Carls. A minha relação com ele sempre tinha sido boa, mas quando Tarls foi embora, eu e Narls não tinhamos mais assunto com ele, então nos afastamos. Depois da volta de Tarls, Narls e ela se aproximaram novamente de Carls, enquanto eu me aproximava de outro grupo de pessoas, mas eu e as garotas continuavamos muito proximas e quando estavamos juntas não falavamos mt sobre outras amizades.
Eu não era AMIGA do Carls, mas considerava ele mt, pois eu tinha aquela mentalidade de "se minhas amigas são amigas dele, ele só pode ser uma pessoa boa!", aiai, não pensem assim turma.
Um dia, eu, Tarls e Narls estavamos na casa de Tarls quando, do nada, Calrs começa a mandar mensagem pra Tarls.
A gente que não é boba nem nada lemos todas juntas, e vimos que Calrs estava se declarando pra ela. Maaassss, Tarls não sentia nada além de amizade por ele e entrou em desespero. Foi ai que eu, num ato de bravura, dei o melhor conselho de todos: Se faz de sonsa. E a minha amiga, obviamente aceitou e achou uma ótima ideia. Ela resolveu brincar com o fato das pessoas shipparem muito a Narls com o Calrs e começou a dizer coisas tipo "ah mas vc combina com a Narls", "ah mas e sua namorada? Kkk", "iih a Narls vai ficar com ciúme", etc etc. Então em algum ponto, ele disse que gostava mais da Tarls que de todas nós, no meu caso não foi uma surpresa, mas Narls e Tarls resolveram mandar mensagem do celular da Narls pra ele. Não lembro muito bem da conversa, mas lembro que ele mentiu sobre VÁRIAS coisas. Como o fato de dizer que gostava mais da Tarls, disse que odiava quando diziam que eles pareciam um casal, entre outras coisas.
Ai a raiva já começou a subir, mas eu entendi o lado dele, tipo, vc não diz pra algm "ah vc eh legal mas prefiro sua melhor amiga :)", neah? Ent resolvemos continuar pra ver quando ele ia descobrir.
Só que, ai, ele mandou uma msg pra Tarls dizendo que não gostava de mim, pq eu estou sempre muito encima da Narls, tipo se ele quer fazer um trabalho com a Narls, eu já faço comigo primeiro, se ele quer conversar com a Narls, eu já estou lá, e me descreveu como um chiclete absoluto. Ai eu revoltei, pq eu sou amiga da Narls à fucking 6 anos, e ele é a 1, 2 anos ent tipo?? É meio obvio que eu prefiro ficar com a pessoa que literalmente sabe tudo da minha vida? Peguei o celular e mandei um áudio falando alguma coisa tipo "oi mo! Tudo bom? Aqui é a Lena e ali atrás tá a Narls (insira Narls mandando oi aqui), e vai se ferrar S2" depois a Tarls mandou áudio rindo do garoto.
Ele simplesmente surtou e começou a xingar todas nós de todos os jeitos possíveis. Disse que eramos todas falsas, que eramos horríveis e afins. Depois de um tempinho de nice guy, paramos de responder ele e seguimos com a vida.
Extra: Ai vc me diz, blz, vcs pararam de falar com ele, né? E eu te respondo, não :)
Eu sim, pq minha saúde mental e alto estima foram pra 0 pq descobri que tinha mais um garoto que só falava cmg por causa das minhas amigas e me senti um lixo de ser humano :D Mas minhas amigas voltaram a falar com ele normalmente.
Até um tempo atrás que o lado nice guy dele apareceu, mas dessa vez mais forte e pra cima da Tarls, que finalmente cortou laços com ele. E Narls não tenho crtz se fala muito com ele, pq não gosto de tocar no assunto, mas de vez em quando fala pra gente de alguma bosta que ele fala e talz.
Conclusão: Ngm se importa, mas quero dizer que hj em dia estou melhor daquele sentimento lixo que falei acima, pq achei amigos que realmente gostam de mim, mas ainda tenho medo da pessoa estar falando cmg por causa delas.
Ah é! E o mais importante, descobri que o Carls ainda por cima é homofobico! Yaaayy! E eu sou LGBT então ainda bem que fiquei longe, e meus amgs as vezes gostam de ir lá xingar ele e arrumar uma briga pq sim. Amoh.
Enfim foi isso turminha obgd por lerem minha história 😔👊
submitted by Lena_a_Rena to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.13 04:50 oh_shit___ Apenas eu.

Contexto: acabei de me cobrir na minha cama, estava pensando um pouco sobre mim, e resolvi pela primeira vez compartilhar meu eu verdadeiro. Não com um parente, não com um amigo, mas com vocês, o melhor lugar da internet.
Eu sou heterossexual, pagão, branco, classe média, fora de minorias, gosto de humor negro, e sou de menor.
(Nesse post, por mais que confuso, estarão alguns pensamentos e opiniões, me desculpe por qualquer erro.)
1° Tópico: Eu sempre me senti avançado, mas não no sentido de narcisismo, mas sim mentalmente, eu só tenho amigos mais velhos, e meus únicos amigos mais novos me dão nos nervos.
É, eu me sinto com pensamentos mais formados e opiniões mais fortes que a maioria dos amigos da minha idade. (Estou fazendo o E.F II, sim, sou novo.) A maioria dos meus amigos tem 15, 16, 18 anos, e eu não me sinto mal por isso, como converso virtualmente, eles não me julgam pela idade nem pela voz, e sim pelo meu jeito, e eu me sinto como eles, tenho conversas muito melhores com eles do que com meus amigos reais, me sinto muito mais acolhido do que com meus amigos reais, em resumo, me sinto melhor com eles, e eles não me vêem como um problema, eles me falam que sou diferente e gente fina, e eu fico feliz. Meus amigos reais me dão nos nervos, eles não usam muito a lógica, e não dá pra ter uma discussão sobre um assunto sério sem eles começarem a rir, e isso me deixa MUITO puto, eu não consigo ter experiências de vida compartilhadas, pq sempre tem um hihihi hahaha no meio, vai tomar no cu.
2° Tópico: Eu não entendo as pessoas de minoria.
POR FAVOR, NÃO ME ACUSEM ANTES DE EU ME EXPLICAR. Não é que eu não entenda que eles sofrem ou que morrem mais que os "brancos classe média", eu sei disso tudo, mas não entendo o que tem de diferente entre um gay, trans, pan e as outras 7162286227 sexualidades e um homem/mulher hétero, não entendo o que um negro tem de diferente entre um branco, e com isso, entramos em um sub tópico,
POR QUE A COTA? Eu me pergunto desde que me entendo por gente, com mais de 5 neurônios, pq a cota? A cota étnica, como nas universidades, só demonstra que nós somos mais racistas ainda, pois, se um negro é igual um branco, se todos tem os mesmos direitos e deveres, pq eles tem que entrar sem esforço? Por acaso você, leitor, que apoia a cota, acha que os negros são menos capacitados que os brancos? (Fim de tópico com pergunta pq sim)
(Voltando ao tópico 2), eu fico puto mano, o que tem de diferente para eles quiserem mais direitos que nós, os "padrões"?
(PS: não generalizo, sei que deve ter algum de minoria que concorda com o meu pensamento branco hétero, ou não.)
3° Tópico: Alguns adultos são burros, muito burros.
Eles se acham fodas, acham que os de menor não tem problemas, "você não paga conta", "você não trabalha", essas frases são comuns para muitos jovens que sofrem com alguma coisa, e eu fico puto. Na época deles, era só acordar, ir pra escola, voltar, brincar e ir dormir, mas hoje em dia, com essa toda tecnologia, as informações chegam igual gozo na cara de puta, muito rápido e sem preparação, por isso, muitos adolescentes tem os piores problemas, os psicológicos, e os adultos estão pouco se fodendo para isso, o que é preocupante. Se por acaso algum leitor desse post for adulto e pensar da mesma forma que aquelas frases ali em cima, abra a sua mente irmão, nós passamos por fases difíceis também, e se você, pai, mãe, não der o apoio pro seu filho, ele vai só piorar.
Agora, apenas um conselho, que talvez muitos vão ignorar, até pq eu devo parecer um pirralho aleatório, mas prós que prestarem atenção:
Por favor, saibam dosar. Não é a história de "pouco celular", não! É até bom que vocês saibam no que o mundo está se tornando e o quão podre ele é. Mas saibam dosar o esforço físico e mental, saibam priorizar a sua saúde mental em quase qualquer circunstância, se está se sentindo sufocado, de um tempo, mas por favor, se amem, e se mantenham felizes e saudáveis,
Um abraço,
Eu
submitted by oh_shit___ to desabafos [link] [comments]


2020.07.01 08:10 alteregoshadow Somos todos chatos

Porra kkkkk coloquei esse título e nem sei como começar a escrever... de novo droga Formatação lixo de celular fodasçe Bem, talvez seja bom começar falando que quase todos os posts desse sub são iguais, sempre alguém se sentindo sozinho, ou desilusão/decepção, ou perda de ente querido, pedido de conselho quanto a um relacionamento, "quarentena", desemprego, faculdade... enfim vcs entenderam Sei lá, ainda tem gente que se acha especial? Kkkkkk de verdade Pois no fim das contas parece que tá todo mundo só repetindo padrões Por que queremos desabafar aqui? Tem alguma coisa de especial aqui? Alguns podem dizer que pode ser bom para conhecer novas pessoas, receber conselhos e etc, mas até isso é sempre igual: a pessoa vai te mandar uma mensagem, vcs vão conversar um pouquinho... e só kkkkk raramente sai disso. Os conselhos tbm sempre iguais, "converse com a pessoa", "procure ajuda"... inheeeee Mas na real, não tem como fugir muito disso, certo? Ainda mais na internet As pessoas não vão se importar o suficiente, e mesmo que se importem, o máximo que vão conseguir fazer é lamentar No fim das contas, quem faz um post aqui está na verdade escrevendo para si mesmo. Talvez esse seja o real intuito de um desabafo, é um fim por si só. A questão é que ficar falando dos problemas não resolve muita coisa. É exatamente isso que eu faço há mais de uma década. Falo dos meus problemas. Mas não importa, eu nem consigo levar o mundo a sério mesmo. Minha maior diversão na infância com os brinquedos sempre foi quebrá-los. Nos jogos online (quando jogava) só me divertia trollando kkkkk é chegar no csgo, abrir o voice e mandar um "caralho que cheiro de pica ashuashiushasi" kkkkkkk, chegar no banheiro da faculdade ou do shopping e casualmente dizer que o lugar está com odores provenientes de excremento KKKKKKK O que vai acontecer comigo depois disso? Vão me achar estranho? Isso importa? Não consigo pensar que sim Desde criança que eu só consigo pensar em como tudo que existe no plano material um dia vai se desfazer. Chegou a um ponto em que eu conversava com uma pessoa e do nada passava a imaginar essa pessoa envelhecendo, derretendo, e imaginava ela morta. Com um nível de detalhes bem minucioso, até com as minhoquinhas comendo o que sobrou da pele antes do crânio. Junto a essa imaginação visual, vem uma voz dizendo que a pessoa com a qual estou conversando vai morrer, assim como eu vou morrer, e tudo que existe nesse plano irá perecer. E isso não é bom nem ruim, é só a realidade. Um cenário bem fúnebre. Eu poderia falar sobre isso aqui nesse sub. Dizer que é um problema que eu tenho. Mas primeiro, certamente não sou só eu que tenho; segundo não necessariamente seja um problema; terceiro o máximo que iria receber são: "também tenho isso", "conheço alguém que tem", "procure ajuda", enfim Poderia também falar que tenho blefarite e não consigo entender como minhas pálpebras conseguem produzir tanta caspa Ou então como o meu irmão mais velho teve muito mais "sucesso" que eu (no sentido midiático/social) Ou oq penso de certos familiares como a minha mãe, por exemplo, tenho raiva de certos hábitos dela e ainda mais raiva de mim por ter herdado muitos deles Mas não importa também. Só eu, sou eu. Só eu vou verdadeiramente saber oq eu penso, pelo oq passei e em que circunstâncias me encontro. Uma outra pessoa, que eu nem conheço e que é totalmente diferente de mim não vai conseguir me edificar em nada só a partir de um texto porcamente escrito como esse Talvez eu apenas tenha escolhido o lugar errado para escrever esse tipo de coisa. Já fiz um post muito parecido com esse aqui, entitulado "resumo do resumo preguiçoso do bug interno", pq escrevi aquilo? Simplesmente pq queria. Não precisava de um conselho, nem de alguém pra conversar, nem nada. O que aconteceu foi que meu fluxo mental se sentiu na necessidade de ser compartilhado. O que notei foi que aquele post em específico, apesar de ter um título excêntrico, teve pouquíssima repercussão, porém um outro post que fiz beeem mais simples e genérico sobre como não sinto falta da escola repercutiu MUITO, quer dizer, pelo menos para os meus padrões, mas de fato foi muito mais do que eu esperava. O que me faz pensar, é isso que vocês desse sub querem, certo? Querem ler que tem um bocado de gente na mesma situação que ti, querem ler sobre saudade, solidão, relacionamentos e sla mais oq. Bem, se for esse o caso, eu apenas preciso achar outro lugar para compartilhar minhas ideias. Eu escrevo nos meus cadernos e blocos de notas velhos, mas às vezes sinto necessidade de compartilhar com alguém que não seja a mim mesmo ou alguns amigos próximos, o porquê disso? Simplesmente pq é assim que o ser humano funciona, e é inútil lutar contra isso Sei lá cara, esse mundo é muito louco. Às vezes eu acho que seria melhor pra mim se eu morasse no campo, numa região mais afastada. Sempre me sinto melhor nesses ambientes, um lugar em que só de estar chovendo eu já fico feliz pq sei que vou sentir o cheiro de terra molhada, suoer simples mas efetivo. É como se as cidades me deixassem doente. Eu não preciso de muito, só quero comida de boa qualidade, um lugar pra morar, saúde e tranquilidade. Engraçado como pedir isso parece ser demais, porém ter uma vida sexual de sucesso e muito dinheiro pra enfiar no cu é pedir de menos. E sempre me lembro que, diferente do que meu eu do passado achava, eu não preciso me inferiorizar ao meu irmão. Só pq ele tem mais dinheiro? Posses? Títulos acadêmicos? Uma saúde ainda pior que a minha? Falta de tempo? Como falei acima, só eu sou eu, oq importa pra mim nesse momento é apenas tentar ser uma pessoa melhor a cada dia. Treinar, estudar, livrar-me de meus vícios, não fazer mal aos outros, encher-me de mim mesmo, evoluir-me mentalmente e fisicamente, é como os mais velhos dizem, sempre tem como melhorar. E é isso que eu quero, tentar melhorar pra assim construir uma vida que ao meus olhos, é muito mais do caralho que a vida do meu irmão, e a vida do meu eu do passado.
submitted by alteregoshadow to desabafos [link] [comments]


2020.06.30 03:44 1moldeisa Quero opinião muito sincera de vocês, por mais que vá doer em mim

É a primeira vez que faço um desabafo aqui. Criei coragem 😊💪
Eu devo estar muito mal, muito carente. Me apaixonei por alguém que eu nunca vi na vida durante a quarentena, só conversei por insta e depois whats desde o final de março. Parecia colocar sempre verdade em tudo, eu realmente achei que conhecia a alma dele. E de repente tudo mudou. Demorei 6 anos para me abrir para alguém e agora, novamente, a pessoa não corresponde. Não tenho saúde mental para me apaixonar por alguém outra vez, eu só me fodo. Só acabo sozinha. Parece que só me querem par algo mais casual e eu sempre deixo claro que estou a fim de algo sério. Acho que sou muito chata, feia, não sei escolher o boy, sei lá. Devo ter um defeito muito horrível que faz com que ninguém queira ficar, todos vão embora. TODOS.
Será que não devemos deixar claro que queremos algo sério? Todos que eu acabo gostando se afastam e os que se interessam por mim, eu não correspondo. Será que preciso ficar só com quem gosta de mim e depois a paixão vem?
Ele parecia o cara certo para mim, minha versão masculina. Fazíamos planos de um futuro juntos e do nada se afastou, disse que precisava de mais tempo para ele, que a nossa relação tinha saturado. Eu disse que se fosse para ele ficar estanho daquele jeito, que era melhor a gente se afastar e paramos de nos falar. Em menos de uma semana ele voltou e disse que sentia minha falta, que queria ser amigo e que tinha recebido uma proposta de trabalho e que pensava em aceitar. Aceitou. Eu quis permanecer amiga. Continuamos conversando todos os dias e ele frio (sem os nossos apelidos carinhosos e todas essas coisas). Ele me disse que não queria nada sério, apenas ficar. Depois voltamos a nos aproximar mais e ele disse que ia demorar mais 6 meses para começar a trabalhar nesse local (outro estado). E do nada ele voltou a ser o cara encantador, os apelidos voltaram e ele tentava se aproximar e eu não dei muita bola. Quando uma situação que eu não gostei se repetiu, eu parei de responder, bloqueei do meu whats, parei de seguir.
Eu não quero alguém que volte quando bem entender. Dei um basta mesmo sentindo o mesmo por ele. Sinto falta e ta doendo. Isso tudo porque eu não aceito migalhas mais. Ou ele me namora (que é o que eu quero) ou nada feito, não quero por perto. Não aceito menos. Quero ser cuidada, amada, quero atenção e não atenção quando a pessoa quer apenas. Sei que ninguém é obrigado a corresponder e que não existe homem perfeito e nunca exigi isso. Só quero que alguém fique. Quero fazer planos e os realizar com a pessoa. Quero alguém que queira ficar.
Vocês acham que eu fiz certo de me afastar? Eu sinto falta de conversar com ele e isso machuca.
Desculpem alguns erros, tô um pouquinho aflita hehehe Agradeço se alguém tiver conselhos ou palavras de conforto. To precisando! Mas se tiverem broncas para eu abrir meus olhos, tô aqui para ler isso também 🙃
submitted by 1moldeisa to desabafos [link] [comments]


2020.06.28 23:21 MAD-PT [AMA] Após quatro anos nos arredores de Zurich, acabei de sair da Suíça.

Boas pessoal,
Visto que já fiz vários comentários sobre a minha estadia na Suíça e tive várias pessoas a enviarem-me mensagens com várias perguntas, decidi criar um AMA (Ask Me Anything) / Pergunte-me Qualquer Coisa.
Muito do que vou escrever já escrevi noutros posts/mensagens e é com base na minha ou na experiência de pessoas conhecidas/amigas. Acredito que nem toda a gente tenha passado pelo mesmo que eu passei por isso convido a todos os que vivem / já viveram na Suíça a partilharem a vossa experiência e darem os vossos conselhos.
Espero que isto ajude a todos os que estejam a ponderar mudar-se para a Suíça e aos que chegaram há pouco tempo. Estejam à vontade para perguntar o que quiserem.
-----
Pequena intro:

Despesas:

Troques e dicas:

Como é viver na Suíça:

Coisas que me aconteceram (e a conhecidos meus):
TL;DR;
submitted by MAD-PT to PortugalLaFora [link] [comments]


2020.06.21 15:44 britesss Sou babaca por ficar muito tempo com minha melhor amiga?

Olá Luba, papelões mortos, gatas, possível convidado, e todos que estão a ver. Bom essa história aconteceu ano passado, eu namorava uma menina a distância naquela época e ela terminou comigo, eu fiquei mt triste porém não sei explicar exatamente oq acontece cmg mas eu comecei a gostar do meu melhor amigo, porém ele gostava da minha minha melhor amiga. Vamos chamar o melhor amigo de Rogério e a melhor amiga de Camila. Bom eu comecei a gostar de Rogério, porém nunca contei isso a ele e também não tinha vontade de fazer isso, já que ele gostava de Camila e Camila gostava dele tbm (ps: Camila sabia q eu gostava dele porém foi pq eu contei e eu não ficava triste ou brava por eles ficarem juntos, na realidade eu ficava bastante feliz por meus melhores amigos ficarem juntos e serem felizes).
Porém isso tudo veio acontecer quando eu tava em uma das piores fases da minha vida, psicologicamente e fisicamente, tive que ir em vários médicos fazer exames e tomar remédios que me ajudavam a controlar meu "humor" digamos assim. Em um dia eu tive a BRILANTE ideia de tweetar um lista de todas as merdas que deram errado antes de ir pra escola(ps: eu estudava de tarde), eu pensei "bom ninguém interage cmg então provavelmente ninguém vai ver" ai ai como eu era bobinhakk enfim eu fui pra escola normalmente, e quando cheguei eu estava conversando com Camila e outras amigas, quando Rogério chegou e comprimentei ele e ele ficou meio estranho, eu percebi q ele tava desconfortável, pensei em ir falar com ele porém logo bateu o sinal e a aula começou até aí tava tudo bem normal, no meio da aula de português ele me mandou mensagem(ele sentava no fundo da sala e eu na frente) falando q precisava conversar cmg eu fiquei tipo ??? e um pouco preocupada pq lembrei do tweet, tentei ignorar e perguntei o pq e ele me respondeu "sobre aquelas parada lá de vc gostar de mim" eu entrei em pânico e logo respondi q não queria conversar e desliguei o celular. Dps disso eu comecei a tremer, suar frio e ter dificuldade pra respirar, eu tava começando a ter um crise de pânico, tiverem que me tirar da sala. A Camila e terceira personagem importante que vamos chamar de Paula, me ajudaram mt. Nesse dia, eu consegui me acalmar e voltar pra aula, porém Rogério e eu começamos a nos evitar. No dia seguinte eu decidi conversar com ele, e eu me lembro dele falar que queria encontrar uma forma gentil de me rejeitar(um conselho que descobrir ser de Paula para ajudar ele) e eu lembro de dizer que não precisava q eu sabia q não era recíproco e que eu ia superar e esquecer, dps disso tudo eu esperei ele perguntar mais alguma coisa pq na lista q eu havia colocado outros tópicos em relação a minha saúde, e ele era sempre mt carinhoso e se preocupava mt com as amigos/amigas dele, e imaginei q ele iria me ajudar me dá algum conselho ou só conversar cmg, até pq ele era meu melhor amigo e era uma coisa mt comum na nossa amizade isso, porém ele só me virou e falou "era só isso msm" e fui embora. Eu fiquei mt abalada com isso e quis chorar mas segurei e ignorei isso.
Dps disso a gt continuo a se ignorar, eu ainda tava tendo mt dificuldade com minha saúde mental e Paula e Camila me ajudavam bastante. Porém teve um dia que Paula me chamou pra conversar pra me falar que o Rogério havia pedido pra ela me falar que ele não conseguia ser mais meu amigo e q não queria mais falar cmg. Dps disso tive outra crise de pânico, e dessa vez foi tão forte q meu pai teve q me buscar na escola. Dps disso, tudo piorou, eu estava me sentindo mt mal por ter gostado dele, minha autoestima caiu e comecei a parar de comer(eu comia uma ou duas refeições por dia), eu pesava 85 quilos e passei a pesar 72 quilos dps disso, frequentemente meu pai tinha q me buscar na escola pq eu passava mal. Eu tava ruim e dps piorei mais. Nesse tempo eu não tinha ânimo pra nada, e nisso Camila passou a ficar mt cmg, conversar ou só fazer companhia pra me ajudar(ela é um anjo pra mim por causa disso).
E em um dia em que eu tava péssima msm, ela me fez companhia o tempo inteiro e até me fez comer um pouco nesse dia, eu fiquei melhor dps disso e voltei pra casa um pouco feliz. Quando cheguei em casa e fui mexer no whatsapp Paula havia criado um grupo chamado "desgraça", desse grupo estava ela, eu, Camila e Rogério, ela mandou um áudio de 4 minutos basicamente me atacando, nele ela falou coisas como "o Rogério não vai deixar de gostar da Camila e nem a Camila vai deixar de gostar do Rogério por causa de vc" "vc tá atrapalhando eles" "eu sei que vc está triste mas o Rogério chorou pq não consegue ficar com a Camila pq vc tá o tempo todo com ela" "vc errou em começar a gostar do Rogério" e coisas nesse padrão, eu já estava mal o bastante por causa da minha saúde e dps disso eu fiquei ainda pior. E não foi apenas eu, Camila e eu conversamos dps desse grupo e ela estava chorando de desespero por estar mt precionada.
A situação ficou ainda mais merda, eu passei a ter receio de ficar com Camila, quando Rogério chegava eu saí de perto dela pra eles ficarem juntos, eu passava mts intervalos sozinha pq não queria atrapalhar eles, e um detalhe enquanto eu ficava sozinha ficava junto Camila, Rogério e PAULA. Dps de um tempo eu comecei a melhorar e ficar mais próximas de outras pessoas e passei a não ficar sozinha mais, eu estava voltando a comer normalmente e estava indo ao psicólogo. Eu ainda não entendia pq isso tudo havia acontecido porém eu estava me recuperando aos poucos.
Dps que estava mais saudável, tanto físico e mental, eu comecei a raciocinar algumas coisas juntos de outra melhor amiga minha que era amg de Rogério e conversava com ele. E no fim eu entendi o pq disso tudo ter acontecido e Paula e Rogério me considerarem uma "vilã" digamos assim. Antes de tudo acontecer, ocorreram duas situações q o Rogério achou q eu fiz para eu afastar ele/fazer ele parar de gostar da Camila para eu ficar com ele
Situação 1: quando eu tinha acabado de terminar meu namoro Rogério estava confuso sobre tentar ou não envestir em Camila e Camila na época falava q não tava pronta pra um relacionamento, e eu levei isso q ela falou em consideração e falei q talvez não fosse valer a pena envestir ja q ele queria um relacionamento. Ele ficou triste com isso, e dps eu fiquei mal com isso tbm e realmente acho q errei sobre isso e pedi desculpas dps, ele me perdoou e ficamos de boa dnv.
Situação 2: em um dia ele queria conversar com Camila na volta(a gt pegava o msm caminho pra ir pra casa um do outro, e nesse dia ela tbm teve q pegar esse caminho) e eu fui na frente pra eles poderem conversar. Acontece é q chegamos em determinada esquina e nesse esquina Camila iria se separar da gt, decidi conversar com ela um pouco(tinha um sinal e tava vermelho pra ela atravessar) até o sinal abrir, dps q ela foi embora o Rogério começou a ficar bravo e gritar cmg falando q eu estraguei o momento pq ele iria conversar com ela naquele momento, fiquei bastante magoada com ele mas no dia seguinte ele pediu desculpas eu aceitei e ficamos bem dnv.
Eu fique extremamente indignada pq não é da minha índole fazer isso, aliás é uma coisa extremamente SEM SENSO. Eu passei de magoada pra puta, e xinguei mt ele pra essa minha amg. No dia seguinte decidi desabafar isso pra Camila e ela tbm acho isso ridículo e falou q ia botar um basta nisso e q ia conversar com o Rogério. Dps disso Rogério voltou a falar cmg e tentar ter um amizade igual a que a gt tinha dps, eu aceitei isso mas não durou mt tempo e hj a gt nem conversa direito so se comprimenta e troca uma ideia ou outra se necessário. Ele e Camila estão juntos a um ano, ele nunca me pediu desculpas dps de tudo e Paula tbm não. Eu sempre quando lembro dessa história me sinto mal e culpada, e eu quero saber, eu fui a babaca?
submitted by britesss to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.15 15:44 Monkey_of_soup Sinto um vazio...

Bom, vou começar me apresentando, meu nome não importa, em agosto faço 16 anos e até agora o mais próximo de ter um relacionamento foi apenas algumas amigas na qual eu me apeguei demais.
Desde de pequeno eu me sinto muito mais confortável conversando com mulheres do que com homens, o motivo? Não é por algum interesse secundário, mas sim, pelo simples fato de toda conversa é bem mais leve, quanto eu converso com meus amigOs, todos acabam fazendo piadas de humor negro, machistas, racistas e por assim vai, coisa que não acontece quando eu converso com minhas amigAs, a gente sempre tem uma conversa agradável, nunca vai pra um lado mais pesado, as vezes rola um conflito ou outro, mas sempre acaba bem.
Mas, de toda minha vida, todas as melhores amizades que eu tive, sumiram com o tempo, eu não sei o motivo, não sei se eu tenho um pensamento errado sobre mim mesmo, não sei, mas isso acaba me destruindo tremendamente.
Todas essas amizades boas que eu tive, eram sempre muito boas pra minha saúde mental, eu me sentia querido, conversávamos praticamente todos os dias, sempre um colocando o outro pra cima, um podendo confiar no outro para tudo, até quem não nos conhecia sabia que era um relacionamento bacana.
De um tempo pra cá, eu sinto que esses relacionamentos são frequentes, mas não duradouros, e eu estou sentindo essa falta de ter alguém constante na minha vida, alguém com quem eu possa me abrir e sentir que a pessoa sente o mesmo, alguém com quem eu possa elogiar sem ter um motivo.
Muitos já me disseram que primeiro eu tenho que ficar bem comigo mesmo antes de pensar no outro, e eu me sinto bem, estou finalmente emagrecendo, estou começando a trabalhar, não um emprego oficial, mas estou sendo pago, eu estou feliz comigo mesmo, só que tudo oq eu mais sinto falta é ter alguém que eu possa compartilhar isso, eu tenho o medo de não encontrar isso por conta da minha timidez, mas eu sei que se eu não fizer nada, nada vai mudar, mas é isso, eu só queria falar isso com alguém, e meu recurso foi esse .
Se tiverem algum conselho, eu aceito de braços abertos, se quiserem falar comigo no privado, pra me conhecer melhor e tentar me ajudar a ver pontos sobre mim mesmo que eu não vejo, que talvez seja a causa de eu me sentir assim, estou aberto e precisando falar.
Mas é isso, novamente esse é o que eu mais sou ativo, queria ser ativo aqui? Não sei, talvez não, mas é algo que eu preciso. Agradeço a todos desde já! :)
submitted by Monkey_of_soup to desabafos [link] [comments]


2020.06.10 17:18 XuruXurumela Hey luba, editores, gatas, papelões e possível convidado. To aqui pra compartilhar a minha história para saber se eu fui babaca ou não, no meu ponto de vista eu não fui, mas nunca se sabe (eu sei que a história ta grande, desculpa kkkkk)

Eu conheci essa menina em 2015 e até então nos dávamos super bem, nos considerando melhores amigas por um bom tempo, mas depois de um ano as coisas começaram a mudar e começamos a ter estilos de vida diferentes assim como nossos gostos foram mudando, mas por considerar ela muito acabei relevando. Foi aí que as coisas começaram a ficar um pouco estranhas. Ela começou a vir com uns papos diferentes pra cima de mim, claramente duplo sentido, e novamente acabei relevando, porque pensava "ah...é o jeitinho dela mesmo...eu que estou sendo chata". Eu não estava confortável com o que estava acontecendo, mas me deixei levar. Isso continuou por um bom tempo, mas em meio a tudo, a nossa amizade se transformou em algo meio tóxico e obsessivo, ela vinha desabafar sobre seus problemas pessoais e como uma boa amiga que era, sempre estive lá ao lado dela, mesmo não estando em meu melhor estado mental, pois estava passando por diversos problemas (os quais não tem necessidade de falar aqui K). Ela estava ciente do que eu estava passando, pois as vezes acabava desabafando sobre as mesmas, mas sinceramente no meu ponto de vista ela não me parecia tão interessada em de fato me ajudar, e sempre que resolvia me abrir com ela, a conversa sempre acabava terminando na mesma coisa, ela desabafando sobre a vida dela mesmo sabendo que eu mesma não estava bem. Eu sei que as vezes é necessário desabafar com alguém, tanto de diversas vezes eu cogitei a ideia de ela ir em um psicólogo, para poder conversar com um profissional e conseguir conselhos melhores, porque cá entre nós nem sempre o conselho de alguém de 13/14 anos é o melhor. Enfim, o tempo foi passando mas nada mudava, ela continuou vindo com uns papos de duplo sentido para cima de mim e até mesmo chegou a me assediar (moralmente e fisicamente), mas como eu era ingenua sempre pensava que era só o jeito dela e que eu era muito santinha/fresca, tanto que só a pouco tempo atrás eu realmente me toquei do que estava acontecendo. Com o passar dos meses eu passei a ficar muito desconfortável na presença dela chegando até ter uma espécie de medo (por motivos óbvios nea), então resolvi tentar me afastar aos poucos, mas eu não entendia o motivo disso, e sempre pensava "nossa, eu sou uma pessoa horrível, a Carls sempre esteve lá por mim para tudo, e agora eu to assim com ela e querendo me afastar aos poucos...". Ela percebeu o afastamento e passou a cobrar a nossa amizade, comparou as minhas outras amizades com a nossa, dizendo que sentia que eu não gostava mais dela, demonstrou várias vezes um ciumes fora do normal, do tipo, eu postar qualquer coisa relacionada a outra amizade e ela já reagir negativamente vindo com um drama do caralho, fazendo questão de me mostrar a dependência dela em relação a nossa amizade e que me amava incondicionalmente, o que me fez sentir pior ainda, por não retribuir a nossa amizade. Por um bom tempo eu estive nesse estado de "submissão" a ela, sem mesmo perceber, deixei de fazer e falar coisas por medo da reação dela e tentava deixar ela feliz quando eu mesma estava mal, pelo motivo de não querer ver ela mal e queria evitar ao máximo que ela pudesse desencadear uma depressão. Mesmo eu não estando no meu melhor estado psicológico, eu estive lá para ela, quando nada disso era recíproco vindo dela, ela nunca realmente perguntava como eu estava ou como eu estava lidando com as coisas que eu estava passando. Então, depois de aturar por tanto tempo tudo isso pra dentro de mim, resolvi falar tudo para a minha mãe, e sinceramente foi a melhor coisa que eu fiz, ela me aconselhou a acabar com essa amizade, pois o que era algo normal, virou algo abusivo e tóxico, onde eu presava mais a saúde dela do que a minha própria, eu levei uma semana para pensar em tudo, mas cheguei a conclusão que eu devia pensar um pouco em mim ao invés de totalmente nela, então acabei mandando um texto falando que não estava mais confortável com a amizade e que queria acabar com isso tudo, porque não estava mais me sentindo bem (não foi exatamente assim o texto, mas resumidamente eu falei isso). No primeiro momento ela não tinha acreditado no que eu estava falando, mas depois ela ainda mandou um "você me quebrou de vez, eu só queria teu bem, mesmo que cobrando", eu não dei muita trela para essa ladainha, porque se ela realmente se importasse comigo, não teria feito aquelas "brincadeiras" comigo sem perguntar se eu estava bem com isso, ou até mesmo quando não se importava como eu realmente estava, porque convenhamos, amigo de verdade sabe seus limites. Com isso a nossa amizade chegou ao fim, ela me bloqueou e me desbloqueou algumas vezes depois disso, mas nada demais. Eu até colocaria os prints, mas por ser algo muito recente e porque ela assiste alguns vídeos seus, optei por não colocar. Mas e aí, eu sou babaca por ter terminado essa amizade??
submitted by XuruXurumela to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.09 15:57 masjestic11 Nunca me senti tão confuso em relação ao meu futuro académico como hoje...

Olá!! Eu sou um aluno do 12º ano e estou, como muitos outros colegas, perdido, sem ideia do que fazer nos próximos anos da minha vida. Tenho passado os últimos meses numa dúvida constante, a ler testemunhos, vídeos e até mesmo posts cá no Reddit como forma de me elucidar quanto ao que quero ser. Como algum backstory, devo dizer que em tempos quis seguir física, fascinado pelo mundo da quântica, por tal campo da ciência. Com o tempo, esse interesse desapareceu. Desde então tudo mudou. Tentei várias coisas, contactei com o dia a dia de algumas profissões, e pelo que percebo, só criou mais dúvidas, ou melhor, deixou algo bem claro. Que eu tenho uma perceção do mundo algo ingénua, se calhar.
Tirei 18 em ambas as provas de ingresso (Bio e Fq) e espero subir em Mat (tenho para isso, talvez consiga). Estou no curso de ciências, e não podia estar com mais dúvidas. Surgiram várias opções. Tanto no campo das Engenharias como na Saúde. Engenharia Informática parecia interessante, ao ver o curso como uma ferramenta para depois aplicar em futuros projetos, adquirindo conhecimentos de programação etc: mas quanto mais olho à minha volta, mais me quero afastar do estilo de vida que o dia a dia de muitos informáticos traz, algo se calhar inevitável nos primeiros anos de carreira. Medicina também surgiu, via como um passo para um futuro com uma profissão agradável, contacto com pessoas etc. Foi só depois de passar um dia na urgência que me apercebi de que para exercer medicina é preciso gostar muito, assim como qualquer outra profissão, suponho. Algo que não vejo em mim, colocando-a de parte por isso. Estes seriam apenas dois exemplos, olhando para o resto das opções ao meu alcance falho em retirar o valor que elas me possam trazer. Porque na verdade, não é esta área onde devia estar, se calhar.
O que eu adoro fazer é escrever. Fernando Pessoa, Português de uma forma geral foi o que mais gostei de estudar em todo o meu secundário. Criação de personagens, concepção de mundos e realidades fictícias, isso sim realiza-me, algo no qual não me importo de trabalhar durante dias sem conta, até porque já tive essa experiência em projetos passados.
No entanto, tenho noção de que o mercado é extremamente complicado nos dias de hoje, deixando-me de pé atrás.
Eu só não sei o que fazer. Se tudo correr bem, irei ter média para entrar em qualquer universidade do país, em qualquer curso (salvo aeroespacial ou física tecnológica, com a subida das médias teria de tirar 19 ou perto disso no exame de Matemática, nota que espero ter mas que ponho de parte por agora.) Apesar disso, não sei do que gosto para além de certas áreas ligadas às artes. Só sei daquilo que não gosto. Não me vejo a passar dias a programar e sentir-me realizado (sem querer generalizar os cursos, eu sei que informática não é só programar e que se trata apenas de um domínio, quero apenas dizer que é o que acho mais interessante de entre os que conheço, e mesmo assim não basta), não me sinto bem em seguir medicina e investir tanto tempo para deixar de exercer a profissão assim que tiver oportunidade (levar full-time escrita ou algo do género), não me vejo a dedicar a minha vida a uma ciência como Física, nem me identifico com outras áreas do saber.
Peço desculpa pelo testamento, estou um bocado confuso, e prevejo que a organização deste post esteja horrível. Escrevi isto em 10 minutos, estou no meio de uma aula de física, tenho de apresentar um trabalho já a seguir. Obrigado pela atenção, e desculpem-me pela criação de mais um post semelhante a tantos outros que poderão estar a encher o vosso feed sem necessidade, talvez por ser impossível encontrar respostas definitivas desta forma. Só quero ouvir a opinião de mais pessoas. Quero um conselho. Alguma dica, alguma sugestão, ouvir falar de alguma área que me possa causar interesse, qualquer coisa. Provavelmente tenho várias pre-conceções erradas inclusive. Peço-vos que me corrijam se assim for.
Muito obrigado!!!
submitted by masjestic11 to portugal [link] [comments]


2020.06.08 02:04 dudinha_gameplays Nice guy, novela mexicana, "depressão", possível manipulação e tudo o que há de ruim (longo)

Olá lubinha, galerinha do tutube, falecidos papelões, gatos lindos, edição e pessoas que estão vendo, vou contar uma história que aconteceu no começo desse ano.
Detalhe: sou molier okay akskskskskksksmsms.
Eu sempre fui muito timida, então esse ano eu quis fazer diferente. Eu vi um mlk sentado num canto da sala sozinho e eu pensei "hmmmmm MEU NOVO AMIGO", ai eu fui falar com ele e tals, a conversa tava normal como qualquer outra de dois seres humanos interagindo. Até que ele começou a contar sobre as decepções amorosas dele, dizendo que ele sempre se aproximava de alguma menina e ela ficava "estranha com ele" do nada (GUARDEM ISSO). De boa ate ai, passei meu número pra ele pra gente conversar. Aí quando eu chego em casa o cara tinha enchido meu celular de mensagem, todas falando mais ou menos: "Oi tudo bem??? ❤❤❤Como vc ta? Comeu bem????????? DORMIU BEM? CHEGOU BEM EM CASA??? ❤❤❤❤❤❤❤❤ TE AMO TA ❤❤❤❤❤" (Não foram exatamente essas palavras que ele usou mas foi quase isso) Aí de boa, achei estranho porem permaneci respondendo normalmente. Detalhe: só fazia um dia q a gente se conhecia e ele ja tava desse jeito. Outro detalhe: sempre que eu passava e ele tava com alguma menina ele não olhava e nem falava comigo. OUTRO DETALHE IMPORTANTE: teve uma vez que eu desabafei com ele sobre meu namorado, pq ele tinha feito merda, e ele me aconselhou (guardem).
No outro dia ele começou a dizer que gostava de mim (vamos chama-lo de Jonson, ou Carls como preferir) eu nessa época namorava e disse não, daí ele começou a fazer MUITO drama (queria ter os prints porem apaguei em prol da minha saúde mental), dizendo uns negoço tipo "esse vai ser outro ano triste pra mim" e disse q teve q deitar no chão de tanta "dor" (lembram q eu disse q ele só me conhecia a um dia?).
Um dia depois de ter falado que me amava e me pedido em namoro ele disse que gostava de outra menina, "ele ta tentando seguir em frente" foi oq eu pensei. No dia seguinte, ele falou que essa menina tava "estranha" com ele, e percebi q ela nem tava mais falando com ele, aparentemente jonson tinha sido rejeitado, um tempo depois a gente tava conversando e ele no MESMO dia por mensagem, quando a aula tinha acabado, voltou a dizer que gostava de mim. Detalhe: depois descobri q essa menina tinha realmente rejeitado ele.
Enfim, continuamos a conversar de boa no outro dia, e ele começou a apontar umas coisas em mim dizendo q meu braço era muito fino, ficava zoando que eu era magra, e dizia pra eu raspar os pelos do braço, com aquele tom de ofender mesmo sabe, eu até vi ele falando pra menina que tinha rejeitado ele: "ecaaaaa, depila esse suvaco", mas ele falava num tom de ofensa, eu até vi q ela tava meio sem graça. Parecia até que ele tava tentando abaixar a nossa auto estima.
O Jonson tinha uma cara meio de assustado sabe, os olhos bonitos porem muito fundos, e parecia que tava sempre em conflitos mentais. Aí num belo dia, ele pediu pra me acompanhar até em casa, e eu aceitei. Quando a gente tava saindo eu encontrei meu namorado, e a gente ficou conversando, nisso acabei perdendo o Jonson de vista, ai eu acabei indo com meu namorado. Quando eu cheguei em casa tinha umonte de áudio do jonson com uma voz bem cansada, e ele parecia estar forçando uma voz de choro, e ficou dizendo: "nossa duda eu te aconselhei e voce faz isso comigo, eu fiquei la te esperando e vc foi embora logo com o menino q eu mais odeio"(meu namorado no caso, jonson "odiava" ele por causa da merda q ele tinha feito) Detalhe: eu vi ele indo embora sem ter me esperado como disse no áudio, mas n comentei. Desde então ele ficou usando o motivo de ter me aconselhado, o tempo todo pra sempre q eu fizesse "merda".
Teve um dia que a gente tava na escola e a professora pediu pra fazer dupla, aí eu fiz com uma amiga minha e ele chegou dizendo "mano eu pensei que vc ia fazer dupla comigo, eu te aconselhei e vc nem pra fazer comigo, que ótima amiga vc é", eu nem respondi mas fiquei com raiva quando ele disse isso.
Teve outro dia que eu tava meio mal na sala e uma amiga minha tava me ajudando a melhorar, e naquele dia eu n falei com o jonson pq eu n tava bem, e quando eu cheguei em casa la estava ele "vc nem ta falando mais direito comigo e eu n sei pq, eu acho que a farls (minha amiga) falou alguma coisa de mim pra vc"
E no outro dia eu fiz dulpa com ele, tentei falar com ele, puxava assunto e o cara tava muito seco. Eu até lembro que na aula vaga ele tava falando com uma menina e eu cheguei pra conversar tbm e ele me ignorava completamente.
Quarentena chegou
A gente parou de conversar, ele não me chamava no zap, e eu também não. Então eu iludida achando q a quarentena ia acabar logo, resolvi fazer os trabalhos de escola e tinha um específico q envolvia ele. Eu o chamei e pedi para que escrevesse logo a parte dele. Quando eu fui ver oq o cara tinha falado, la estava ele novamente: "nossa duda vcs estão ai fazendo o trabalho e nem falaram pra mim (eu tinha falado na CATAPIMBA DA MENSAGEM) eu te dei um conselho, fiquei la quando vc tava mal. Vcs fizeram umonte de coisa do trabalho (eu tinha acabado de começar) e só vem me avisar agora, não da nem pra te considerar melhor amiga (Eu nunca disse q ele era meu melhor amigo, A GENTE NEM CONVERSAVA MAIS MANO O QUE QUE AQUELE MLK TINHA NA CABEÇA) pedi mais uma vez pra ele fazer mas ele continuou o drama e eu falei que tiraria ele do grupo ja que n iria fazer. E continuou o drama, ele ficou dizendo que iria fazer mas eu o tirei do grupo (mano ele tava reclamando que eu n tinha avisado antes, ele claramente n ia fazer). Aquele foi meu máximo, ele sempre arrumava uma razão pra começar uma puta novela dramática de romance mexicana, eu surtei e xinguei ele para uma caralhita, xinguei MUITO mesmo, e depois bloqueei. No outro dia fui falar com minha amiga (chamaremos de Margaret) sobre o trabalho e ela falou "mano eu ja tinha falado pro jonson fazer o trabalho mas ele disse q não iria mais".
Minha mãe tinha o número dele e ficou sabendo da nossa briga, ela disse "O jonson falou que vc tirou ele do grupo sem nem dizer pq, e depois bloqueou, pq vc fez isso?"
Resumindo: ele disse pra uma pessoa que não queria fazer o trabalho, disse pra mim que eu não tinha o avisado antes (sendo q quando montamos o grupo ele sabia oq fazer) e pra minha mãe ele falou que não sabia o porque de eu ter tirado ele.
Mas a história continua, dessa vez com a margaret que ainda tinha contato com ele dizendo "mano eu postei a foto de uma amiga minha nos status e o jonson pediu o número dela, aí eles ficaram conversando e no primeiro dia ele tava bem legal com ela e no dia seguinte tava fazendo muito drama dizendo q ela n falava mais com ele (sabe aqueles nice guy q vê q a pessoa ainda n respondeu e começa a dizer q ela ta ignorando e fica enchendo o saco? Então) e transformou a vida dela num inferno, ficou mandando umonte de mensagem fazendo drama, aí depois ele veio dizer pra mim q ela tava estranha com ele"
Detalhe q não contei: ele dizia que tinha depressão, mas ele nunca confirmou isso (nunca foi em psicólogo então não acredito muito, mas eu percebi q ele era muito dramático e carente)
Eu só quero que digam se eu fui babaca de ter xingado ele, ou se eu só exagerei, pq eu até hoje n sei se ele é assim de propósito ou pela "depressão" e tals. Espero que tenham gostado dessa história. Bye galerita lindita, lavem as mãos e cuidem dos animais, plantem árvores e não sejam um nice guy❤.
View Poll
submitted by dudinha_gameplays to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.05 17:01 finland2020 Como lidar com mãe narcisista nessa situação?

Desculpe pelo texto longo. Agradeço qualquer alma boa que decida me ajudar lendo isso sem nem me conhecer...
Contexto:
Minha mãe é narcisista, não sai da posição de vítima. Na cabeça dela todos estão contra ela e ela está em conflito com todas as pessoa são seu redor, trabalho, família, colegas... Ela leva tudo como ofensa mas ataca as pessoas e não mede o peso de suas palavras para com os outros. Ela vive num delírio. Recentemente usou um pouco de dinheiro que meu pai recebeu de um processo e gastou com tratamentos estéticos para ela em tempos de plena crise, ela estando desempregada e meu pai também. Para ela, eu sou uma filha ingrata e fria... Sai do Brasil há 6 anos justamente para buscar independência e espaço. Faço terapia a mais de um ano e finalmente estou me libertando de sentimentos de culpa que ela implantou em mim ao longo de toda uma vida. Estou me separando da influência dela e dando prioridade para a minha saúde mental. Por isso eu ignoro quando ela me manda mensagens tóxicas e negativas. Essa minha independência está tirando ela do sério.

Conselho:
Recentemente a situação na minha família começou a deteriorar muito. Minha mãe quer o meu pai fora de casa mas ele não tem para onde ir, sem trabalho e sem saúde para trabalhar. Eles estão brigando de forma cada vez mais violenta e minha irmã de 11 anos, no meio de tudo isso, acaba sendo negligenciada. Ambos meus pais demonstraram ter pouca maturidade emocional e tenho medo que algo muito ruim possa acontecer.
Por essa razão eu decidi chamar o Serviço Social da nossa cidade para acompanhar a situação e ajudar a mediar, encontrar um caminho para a solução, diminuindo os riscos para todos os envolvidos.
Estou pensando que talvez o melhor seja eu contar para ela e avisar que tem um agente social prestes a fazer uma visita, porém, eu sei que ela não vai reagir bem.
Ela está "de mal" comigo há um tempo. Hoje mesmo mandou uma série de mensagens, que são uma montanha russa emocional de culpa e vitimização. Só sei que ela não faz o menor esforço para absorver nada do que é dito. Qualquer palavra é levada como ofensa. Ao mesmo tempo, eu acho que pode ser muito pior se o Serviço Social chegar lá e ela estiver desavisada. Eu pensei que talvez a coisa mais justa se fazer seria falar para ela mas no momento estamos em uma briga, então não sei como introduzir isso.
Detalhe, esse é meu último semestre na faculdade e estou com uma carga pesadíssima de trabalho para gerenciar. Preciso tirar isso da minha cabeça para que eu possa ter mais concentração porém a tensão com relação ao que pode acontecer quando o serviço social chegar está me dando ansiedade.. Não sei se devo avisar a ela e sim não sei como.

Alguém pode ajudar? Obrigada.
submitted by finland2020 to desabafos [link] [comments]


2020.06.02 06:45 ValBSJr Em meio a tanto caos, algo diferente.

Vi tantas pessoas falando aqui que não estão sendo produtivas, não estão contentes com o rumo que a vida tomou....em fim...tenho duas coisas a dizer
1- A culpa de vc chegar onde chegou é sua sim.
2- Ainda dá tempo de mudar.
Sempre fui um procrastinador de carteirinha, com tudo....trabalho...saúde...família...Então um dia de domingo depois de acordar com uma ressaca acumulada de 3 dias (que ressaca viu amigos) eu simplesmente vegetei o dia inteiro na cama...passei o restante do dia inteiro deitado olhando pro teto, não pensava em nada...não queria fazer nada. No dia seguinte, decidi que não queria mais aquilo em minha vida. Minha vida se resumia a matar aula da faculdade pra ir beber (meu curso era integral imagina o tempo que eu passava no bar) sair pra comer e ficar em casa online. Eu estava a 7 anos em uma faculdade, estagnado, obesidade grau 3 e o pior de todos em minha opinião era a solidão que era culpa minha msm, que me isolava das pessoas.
Então amigo agora falo da soluça milagrosa que chama-se: atitude. Acredite em mim, é o que faz toda a diferença. Muitas pessoas querem ajudar, mais isso não pode acontecer se vc não se ajudar primeiro. O que me dá perícia pra falar disso é minha própria experiência e mais nada. Primeiro larguei a faculdade e vario maus hábitos. Em seguida arrumei um emprego. Demorou bastante a acostumar com a vida de adulto mais consegui. Trabalhando duro pra melhorar o salário não me sobrava muito tempo pra sair pra beber, então meu lazer se resumia a comer e jogar nos finais de semana. Com o tempo comecei a participar mais das reuniões de família e foi ótimo pois foi bem na época que a empresa a qual eu trabalhava me deu a oportunidade de estudar novamente. E eu aproveitei...só que dessa vez com mais maturidade.
Então nessa época minha vida estava da seguinte forma: trabalhava 44hrs por semana, de segunda a sábado, e cursava contabilidade no período noturno. Nós finais de semana passava tempo com a família. Estando na posição de aluno que trabalha vc enxerga tudo de outro jeito, descobre que é mais barato prestar atenção na aula pra não ter que assistir vídeo aula em casa até porque eu não tinha tempo pra isso...descobre tbm que quando se trabalha os happy hours depois da aula custam mais caro pra vc que pra os colegas que acordam 10hrs da manhã e pode escolher se toma café ou espera o almoço. Ate aqui tinha saído de universitário, fodido para pagador de funcionário, bolsista da empresa e pagador de impostos....bom né? Ao me aproximar da família novamente tbm ajudo na solidão...só que não em tudo. Aí vem outra grande mudança.
Conheci a pessoa que foi a razão de eu querer crescer mais ainda...minha noiva. Conheci ela através de amigo da faculdade uma das poucas vezes que participei das reuniões depois da aula. Eu achava que minha vida era complicada...mais a dela... um resumo...ela tinha perdido a mãe a poucos meses, era brigada como resto da família, era bolsista do fies e desempregada. Quanto mais eu conhecia ela mais eu queria crescer, pra dar tudo que ela precisava...amor...carinho...apoio...amizade...conselhos....tudo msm. E consegui, em pouquíssimo tempo nossa relação ficou íntima e sólida. E ao lado dela dei outro grande passo que foi sair de casa pra morar com ela...como dizia minha avó...juntei as escovas de dentes. Então...trabalhei por 3 anos até ter a oportunidade de estudar novamente. No meio da faculdade conheci minha noiva e após 1 de namoro resolvemos morar juntos. Ficou faltando eu cuidar da saúde né, então aqui vai como procedeu essa parte.
No último semestre de faculdade eu fazia alguns trabalhos externos para a empresa que me agregavam horas extras para concluir a graduação e em um desses trabalhos tive um desmaio repentino, estava sozinho e acordei caído ao chão sem ter a menor noção de como havia caído nem quanto tempo fiquei desacordado. No dia seguinte fui ao médico fazer exames...clínico geral...cardiologista, endrocrino...neuro....acabei descobrindo que tive um pré-infarto causado pelo sedentarismo e principalmente pelo sobrepeso. Eu tinha 30 anos, 1,74 e pesava 120kgs. Aí veio outra mudança...fui a nutricionista e me matriculei em uma academia...e aos poucos fui adquirindo hábitos mais saudáveis.
Hoje, aos 33 anos, peso 92kgs (talvez 95 desde que começou a 40tena) ainda trabalho 44 hrs por semana me exercito de 4 a 5 vezes por semana 2 vezes por dia. Tive muitas recaídas...furei dieta...passei muito tempo sem perder peso...engordei algumas vezes...mais tudo isso faz parte da experiencia.
Por isso que quando falei que a culpa é sua...eu enxerguei a minha culpa primeiro....e a vitória foi minha...claro, tiveram pessoas ao meu meu lada, mais eu que permiti elas estarem ali então a vitória ainda assim foi minha. E pode ser sua também, basta vc querer. Não comece a dieta na segunda, não deixe pra ler o livro antes de dormir ou quando for a algum lugar onde não tem internet. Comece a ser a melhor versão de você. Se eu consegui vc também consegue.
Ficou BEM longo...espero que tenham gostado.
submitted by ValBSJr to desabafos [link] [comments]


Ivan Maia  5 Conselhos para Você Melhorar sua Saúde ... CONFERÊNCIA E CONSELHO DE SAÚDE Melhor com Saúde - YouTube Conselho Nacional de Saúde - CNS - YouTube Conselho de Saúde 4 CONSELHOS DE ESPECIALISTAS PARA EMAGRECER COM SÁUDE ... Organização do conselho de saude

Conselhos de Saúde ACES Feira Arouca - acesfa.wixsite.com

  1. Ivan Maia 5 Conselhos para Você Melhorar sua Saúde ...
  2. CONFERÊNCIA E CONSELHO DE SAÚDE
  3. Melhor com Saúde - YouTube
  4. Conselho Nacional de Saúde - CNS - YouTube
  5. Conselho de Saúde
  6. 4 CONSELHOS DE ESPECIALISTAS PARA EMAGRECER COM SÁUDE ...
  7. Organização do conselho de saude
  8. Conselho Local de Saúde - YouTube
  9. O QUE FAZ O CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE

Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Resolução 453/2012 - Organização e Funcionamento dos Conselhos de Saúde - Prof. Conrado Augusto - Duration: 31:43. DescomplicaSUS - Prof. Conrado Augusto 25,670 views 31:43 Conselho Local de Saúde — DPS Episódio 50 Como envolver a comunidade e a população na gestão do SUS? Como aumentar a participação social? Entenda um pouco ma... Melhor com Saúde é uma página web que oferece publicações gratuitas sobre conselhos de saúde física e mental, cuidados com o nosso corpo, remédios naturais, ... Resolução 453/2012 - Organização e Funcionamento dos Conselhos de Saúde - Prof. Conrado Augusto - Duration: 31:43. DescomplicaSUS - Prof. Conrado Augusto 25,376 views 31:43 Ivan Maia 5 Conselhos para Você Melhorar sua Saúde Emocional Faça parte da minha LEGIÃO DE HERÓIS e receba semanalmente dicas valiosas e vídeos especiais. ... Trabalho apresentado para a aula de Oficina de Saúde da Faculdade Toledo Presidente Prudente. ... Os Rumos do Conselho Nacional de Saúde (22.03.2013) - Duration: 57:54. SAIBA MAIS SOBRE DIETAS E EMAGRECIMENTO! CLIQUE AQUI http://www.dietalegal.com.br/Melhores-Videos INSCREVA-SE NO CANAL 'DIETA LEGAL' CLIQUE AQUI http://w... Organização do conselho de saude - Duration: 16:05. Nelson Fedalto 3,533 views. 16:05. Conselhos de Saúde - 07/05/2011 - parte 01 - Duration: 13:03.